20/05/2019 09h13

Bilionário promete pagar dívida de formandos em universidade nos EUA

Com uma fortuna estimada em US$ 5 bilhões, empresário comprometeu-se a pagar os empréstimos contraídos pelos alunos da turma; a Morehouse é uma faculdade histórica da comunidade negra, que já teve entre seus estudantes o ativista Martin Luther King Jr., o cineasta Spike Lee e o ator Samuel L. Jackson.

Do G1 com France Press

Um bilionário norte-americano anunciou, durante a cerimônia de formatura de alunos da Universidade de Morehouse, em Atlanta, que vai pagar todas as dívidas estudantis que os formandos contraíram para poder estudar.

Robert F. Smith, um empresário também negro, com uma fortuna estimada em US$ 5 bilhões (cerca de R$ 20,5 bilhões), comprometeu-se no domingo (19) a quitar cerca de US$ 40 milhões (cerca de R$ 164 milhões).

Smith foi ovacionado pelos mais de 400 estudantes e seus familiares.

Nos Estados Unidos, cujo sistema universitário é predominantemente privado, é comum que os estudantes contraiam grandes empréstimos para pagar as taxas acadêmicas. Muitos continuam demoram vários anos após a conclusão do curso para quitar a dívida.

“Minha família fará uma doação para eliminar suas dívidas estudantis”, disse Smith ao público, segundo a conta da universidade no Twitter.

Este ano, Smith já havia anunciado a doação de US$ 1,5 milhão (R$ 6.15 milhões) para a instituição, mas o que aconteceu no domingo (19) foi uma surpresa até mesmo para a Morehouse, segundo o “Atlanta Journal-Constitution”.

Um porta-voz da Morehouse disse se tratar da maior doação na história da universidade. Entre seus ex-alunos estão o líder dos direitos civis Martin Luther King Jr., o cineasta Spike Lee e o ator Samuel L. Jackson.

O estudante de Negócios Elijah Dormeus contou ao jornal local que sua dívida chega a US$ 90 mil (R$ 369 mil). Sua mãe, Andrea Dormeus, é motorista de um ônibus escolar no bairro do Harlem, em Nova York.

Graduado nas universidades de Cornell e Columbia, Smith fundou o Vista Equity Partners em 2000 e, em 2015, já havia se tornado o afro-americano mais rico do país, segundo a revista Forbes. Outra celebridade também doadora da Morehouse é a apresentadora de televisão Oprah Winfrey.

Nos últimos anos, os custos crescentes da educação universitária fizeram da dívida estudantil um problema nacional, abordado por muitos dos pré-candidatos democratas à eleição presidencial de 2020.

Robert F. Smith tem fortuna estimada em US$ 5 bilhões. Foto: Reprodução Twitter.

Comentários