22/04/2015 11h14 – Atualizado em 22/04/2015 11h14

Filme “Tempooral”, do diretor Cadu Flurh, produzido no Município será exibido durante o evento

Assessoria

O projeto Bocacine Cine Clube participa nesta quarta-feira (22) da sessão do Clube do Cine Clube de Mato Grosso do Sul com a exibição do filme “Tempooral”, do diretor Cadu Flurh, produzido totalmente em Três Lagoas. A sessão será no Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul, Memorial da Cultura, em Campo Grande.

O Bocacine é um projeto do Departamento Municipal de Cultura, por meio do Núcleo de Audiovisual e pelo Grupo de Teatro Identidade, que oferece à população a exibição de filmes alternativos ao cinema estritamente comercial. Sua proposta de ação é levar, gratuitamente, aos apreciadores da sétima arte, uma programação fílmica de diversos gêneros e formatos, em especial, produções realizadas por cineastas de Mato Grosso do Sul.

Além do curta-metragem “Tempooral” também será exibido o filme “Ana”, do diretor campo-grandense Breno Benetti. As películas têm em comum a experimentação da linguagem, por apresentarem uma estética de experimentação tanto no visual, cores, efeitos e montagem quanto no conteúdo.

A aproximação dos dois filmes com o teatro dá peso dramático ao conteúdo, porém, o trato do “universo” interior humano ganha diferentes recortes nos mesmos. “Tempooral” trata do existencialismo e “Ana” de conflitos internos.

FILMES

O curta “Tempooral” tem como temática questões relacionadas à morte, ao entendimento do fim por parte da compreensão do ser humano. Visualmente, a obra faz o uso do claro e escuro com propriedade, compondo cenas de visual exacerbado. Explora os efeitos de luminosidade e o uso da maior nitidez e menor nitidez, “foco” e “desfoque” de maneira experimental. Com isso, apresenta efeitos estéticos oníricos, surreais. Aproximando-se da estética da publicidade. O trabalho com atores, muito bem desenvolvido, dá peso dramático a algumas cenas.

Já “Ana” traz a psique humana. A personagem título busca resolver uma série de questões, por meio do “mergulho” em devaneios e sonhos. Trata-se de uma experimentação de como esse mundo interior pode materializar-se em imagens e som. A questão da sensualidade feminina é bastante explorada no curta. Fruto de um trabalho de preparação de atores que tem como ápice justamente cenas fluídas e interessantes.

Depois das exibições os produtores das obras irão realizar um bate-papo com o público presente.

CLUBE DO CINE CLUBE

Clube do Cine Clube é um projeto, coordenado pelo Cinema (d)e Horror juntamente ao Colegiado de Cinema e apoiado pelo Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul. Ele promove um diálogo entre os cine clubes do Estado visando uma organização política deste setor cultural. A entrada é gratuita.

(*) Assessoria de Comunicação de Prefeitura de Três Lagoas

A sessão será no Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul, Memorial da Cultura, em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

Comentários