30/06/2019 10h22

Homem foi encontrado usando documentos falsos em Santa Cruz de La Sierra; companheiro também foi expulso do país

O brasileiro Anilson Nery, de 37 anos, foi extraditado pelo governo boliviano após ser preso com documentos falsos vivendo no lado de lá da fronteira. O homem havia sido condenado no Brasil por homicídio e tráfico de drogas, tendo sido capturado pela FELCN (Força Especial na Luta contra o Narcotráfico), e entregue para a polícia de Corumbá – a 419 quilômetros da Capital -, na manhã de ontem (28).

Conforme nota da Polícia Federal, Anilson, também conhecido como “Rei”, foi preso em Santa Cruz de La Sierra onde estava foragido há vários anos. Sua localização e captura foi resultado da colaboração e troca de informações entre a PF e a FELCN, por meio da cooperação bilateral entre os países.

Rei estava acompanhado de um outro brasileiro, que também foi expulso por estar irregularmente no país, mas foi liberado por não haver nenhum mandado de prisão em seu nome, no Brasil. Anilson foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde permanece à disposição da justiça.

Campo Grande News

Brasileiro detido sendo colocando em viatura policial (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

Comentários