09/11/2015 07h55 – Atualizado em 09/11/2015 07h55

Principal articulador político do Poder Executivo, o secretário Sérgio de Paula (Casa Civil) deve tentar apagar os focos de incêndio na base de sustentação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia Legislativa, depois que o líder do governo na Casa, Rinaldo Modesto (PSDB), andou descumprindo acordo com aliados. Quem anda rebelde desta vez é a deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB), que perdeu a relatoria da CPI do Genocídio para a colega Antonieta Amorim (PMDB) depois de tudo acertado. O secretário deve gastar muita saliva.

RESPOSTA

Por meio de seu perfil no Facebook, Zeca do PT tem feito a defesa do governo da presidente Dilma Rousseff, sua correligionária, atribuindo as críticas e os manifestos pelo país afora contra o Palácio do Planalto a adversários políticos.“Todos têm o direito de protestar, mas esses atos ainda são daqueles que perderam pela quarta vez e não aceitam a derrota”, postou o deputado federal. Diante disso, um gaiato saiu com essa: “só não cita o assalto milionário nos cofres da Petrobras que favoreceu petistas e aliados nos últimos anos”.

VELHINHOS

Lembrado para ser candidato à Prefeitura de Campo Grande nas eleições municipais do ano que vem, o ex-governador André Puccinelli (PMDB) não perde uma mensagem na internet. A cada semana tem feito a sua parte, principalmente sugerido ajuda a entidades filantrópicas e até fez campanha de doação de sangue para o Hemosul, em Campo Grande. Em sua nova postagem no Facebook, o peemedebista aparece em vídeo pedindo apoio dos amigos para o Asilo São João Bosco, na Capital. “Os nossos velhinhos estão passando dificuldades”, diz, ao aconselhar doações de alimentos e roupas.

PRESTÍGIO

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) presidiu dia desses, pela segunda vez, uma sessão do Senado. Dirigiu os trabalhos da Mesa Diretora no último dia 7, data em que seu saudoso pai, senador Ramez Tebet (PMDB), completaria 79 anos de idade. Recebeu rasgados elogios dos nobres, como Tasso Jereissati (PSDB-CE), Cristovam Buarque (PDT-DF), Paulo Paim (PT-RS) e Flexa Ribeiro (PSDB-PA), entre outros. Recheada de homenagens e mensagens de carinho ao ex-presidente do Congresso Nacional, falecido em novembro de 2006, a sessão contou com a presença de sua mãe, Fairte Nassar Tebet, e dos irmãos gêmeos Ramez e Rodrigo.

Comentários