01/11/2013 10h42 – Atualizado em 01/11/2013 10h42

O centro de pesquisa vai funcionar no Campus Avançado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em Bonito

Da Redação

O município de Bonito, distante 260 quilômetros de Campo Grande, vai desenvolver programa de turismo sustentável e ciência cidadã no geoparque da Serra da Bodoquena. O objetivo é promover a integração entre turismo e ciências naturais na região, envolvendo a comunidade, turistas, estudantes, pesquisadores, cientistas, gestores e empresários do setor.

O centro de pesquisa vai funcionar no Campus Avançado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em Bonito e terá apoio de vários ministérios e órgãos públicos, universidades e fundações, além de entidades representativas do setor privado.

O projeto foi idealizado pelo senador Waldemir Moka (PMDB), que considera a região de Bonito, Jardim e Bodoquena ideal para a execução de programas ligados ao meio ambiente e ao ecoturismo. “É uma região com bioma riquíssimo, pouco estudado, além de abrigar cavernas com arte rupestre, de valor histórico inestimável”, argumenta.

O programa está previsto no Decreto n° 125, de 7 de outubro de 2013, da Prefeitura de Bonito. Segundo o prefeito Leonel Lemos de Souza Brito, o programa vai garantir o desenvolvimento e a sustentabilidade do turismo, no que diz respeito à conservação do meio ambiente, agregando o conhecimento científico como atrativo turístico na região.

O município de Bonito, vai desenvolver programa de turismo sustentável e ciência cidadã no geoparque da Serra da Bodoquena. O objetivo é promover a integração entre turismo e ciências naturais na região, envolvendo a comunidade, turistas, estudantes, pesquisadores, cientistas, gestores e empresários do setor.

O centro de pesquisa vai funcionar no Campus Avançado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em Bonito e terá apoio de vários ministérios e órgãos públicos, universidades e fundações, além de entidades representativas do setor privado.

O projeto foi idealizado pelo senador Waldemir Moka (PMDB), que considera a região de Bonito, Jardim e Bodoquena ideal para a execução de programas ligados ao meio ambiente e ao ecoturismo. “É uma região com bioma riquíssimo, pouco estudado, além de abrigar cavernas com arte rupestre, de valor histórico inestimável”, argumenta.

O programa está previsto no Decreto n° 125, de 7 de outubro de 2013, da Prefeitura de Bonito. Segundo o prefeito Leonel Lemos de Souza Brito, o programa vai garantir o desenvolvimento e a sustentabilidade do turismo, no que diz respeito à conservação do meio ambiente, agregando o conhecimento científico como atrativo turístico na região.

(*) Com informações de Assessoria de Comunicação

Comentários