08/05/2018 18h14

BORA COMEMORAR!

Sem medo de errar, e cervejaria é nossa! Falta pouco, mas pouca coisa para a concretização dos investimentos de R$ 300 milhões.

Ricardo Ojeda

SEM RESTRIÇÃO

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas, José Moraes, os entraves que existiam a respeito da área oferecida para a construção da cervejaria foram esclarecidos e a área está sem nenhuma restrição burocrática ou administrativa.

NA CAPITAL

Moraes esteve ontem em Campo Grande tratando do assunto com o Secretário de Estado do Meio Ambiente Jaime Verruck.

SEM RESTRIÇÃO

O projeto foi apreciado na Câmara dos Vereadores e foi questionado que a área apenas poderia ser usada com finalidades sociais e impediria a área de receber a empresa. No entanto, nos registros oficiais em cartório, não há nenhuma barreira para uso do imóvel apenas com finalidade social, informou Moraes. Bora tomar cerveja para comemorar!!!

PONTO DE INTERROGAÇÃO?

Será que após a prisão de ex-deputado federal, secretário e braço direito de André Puccinelli o italiano vai manter a pré-candidatura?

SOL QUADRADO

Giroto foi secretário de Obras da gestão André Puccinelli e contra ele existem várias denúncias na Operação Lama Asfáltica. Inclusive teve bens bloqueados pela justiça e já puxou cana. Agora, por decisão do Supremo voltará ver o sol nascer quadrado.

TOCADOR DE OBRAS

O empreiteiro João Amorim, o principal tocador de obras da gestão André também voltará à prisão por determinação do Supremo.

CHAMUSCADO

Após todas essas ocorrências, Puccinelli que já estava percorrendo o Estado como pré-candidato, arregimentando apoios das lideranças para sua candidatura, poderá chamuscado, isso se não sobrar para ele também. Quem viver, verá!

NADANDO DE BRAÇADA

Se realmente isso acontecer o ex-juiz Odilon Oliveira (PDT) vai nadar de braçada, tendo apenas Reinaldo Azambuja como concorrente. Os outros nomes, como o petista Humberto Amaducci não vai fazer nem cócegas.

VERGONHA

Falando em Amuducci, ele bem que poderia evitar que o MS fosse alvo de vergonha e chacota. Liderando um séquito de militantes do Estado, esta semana foi até Curitiba e no acampamento Olga Benário, no bairro Santa cândida, entoou aos berros o “Bom dia Presidente Lula”, para desespero dos moradores da localidade.

ROTA DO TRÁFICO

Com tantas apreensões de drogas e descaminho na região, não existe nenhuma dúvida, Três Lagoas é uma das principais rotas para o escoamento desses produtos para os principais estados, consumidores, Rio de Janeiro e São Paulo.

NOS 30

As autoridades policiais vêm se virando “nos 30” a fim de atenderem as ocorrências. Com efetivo reduzido, além de falta de investimentos por parte do governo federal e estadual, só mesmo um “milagre” para conseguir suprimir as demandas.

SÓ NO GOGÓ

O governador Reinaldo Azambuja prometeu diante da comitiva, composta de 55 representantes da sociedade que iria investir no efetivo policial local, bem como dar mais estrutura. Decorridos mais de dois meses, só ficou na promessa. Infelizmente!

QUESTÃO PREOCUPANTE

Falando nisso, o comandante do 2º BPM, major Ênio Souza vem fazendo o que pode para atender as ocorrências de criminalidade, porém muita coisa ainda tem que ser feita para efetivamente melhorar. Vendo o relato no facebook, da senhora Ananda Campos, percebo como é grande e preocupante a questão da segurança pública em Três Lagoas.

RELATO I

Em um extenso relato, ela relata com muita propriedade uma situação que acontece no centro da cidade, na praça Ramez Tebet. Veja uma parte do texto: “Ontem de noite eu tentei passear ali na Praça Ramez Tebet com meu filho”.

RELATO II

Tentei, mas não consegui! Impossível, para uma família ou qualquer outra pessoa que se incomode com o ‘cheiro’ da maconha não conseguia andar ali. O mal cheiro tomava conta da praça, eu senti o cheiro desde que desci do carro, até tentamos dar uma volta pensando que era um grupinho só, mais não, era desde o palco (ali aonde está uma concentração de pais e crianças por conta da carreta da alegria) até a o fim, os quatro canto da praça tinha adolescentes, CRIANÇAS ( devia ter uns 13 – 14 anos ) até adulto em plena paz fazendo uso do tal cigarrinho.

RELATO III

Até chegar ao parquinho tinha que passar por grupinhos fumando, na maior tranquilidade. E ainda por cima usavam o padrão de energia que está aberto para carregar celular, acender carvão de narguilé, e ponto de venda.

RELATO IV

Isso tudo eu percebi assim que cheguei, não foi preciso passar a noite ali pra ver.
Criança passando fumando, esfregando na nossa cara que estava fumando maconha e achando o máximo, porque todos estavam nós que não íamos falar alguma coisa.

RELATO V

*De verdade, eu não sabia que tinha dia que ali era liberado, era um ‘ponto’. Enquanto eu estava ali nos arredores passou Polícia duas vezes e nada fez.

RELATO VI

Se eu não me engano, um tempo atrás vi um post de um policial indignado contando que tirou usuários de dentro do banheiro da praça durante o dia, e aí qual foi a providência pra mudar? Liberar um dia de noite na praça?

RELATO VII

Policiais fingir que é normal? Pra não causar tumulto? É normal isso ali na praça pública, eu que estava no lugar errado? Na praça, na pista de skate, ao redor da lagoa dia de sábado e domingo aonde mais tá liberado? Tenho que ver o dia que posso andar ali com meu filho pra não atrapalhar ninguém? Os incomodados que se mudem! É assim que funciona?

RELATO VIII

O abuso era tanto, que assusta. Não é porque é um local público que pode ser daquela forma.
Lei parece que não tem, policiais parecem com medo, concelho tutelar uma hora dessa não aparece.
Isso não precisa de denúncia, a cena estava escancarada era só se aproximar. Talvez nada mude, mais foi um pequeno desabafo, e um alerta, mais um lugar em que família não pode frequentar.

Comentários