23/01/2019 15h22

“O Brasil apoiará política e economicamente o processo de transição para que a democracia e a paz social voltem à Venezuela”, afirma a nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores

Redação

O Ministério das Relações Exteriores divulgou uma nota nesta quarta-feira (23) informando que o Brasil reconhece o presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Juan Guaidó, como presidente do país.

Líder da oposição ao governo de Nicolás Maduro, Guaidó se declarou presidente interino da Venezuela durante juramento prestado hoje. Ele conta com o apoio da Ordem dos Estados Americanos (OEA). O presidente dos EUA, Donald Trump, também reconheceu a legitimidade de Guaidó.

Maduro tomou posse para o segundo mandato presidencial em 10 de janeiro. A reeleição dele, contudo, foi contestada pela oposição, que diz ter havido fraudes.

Diante da crise política instalada no país, a Assembleia Nacional declarou Maduro “usurpador” do cargo de presidente, e o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) considerou “nulos” todos os atos aprovados pelo parlamento desde então.

Leia a íntegra da nota do Ministério das Relações Exteriores:

O Senhor Juan Guaidó, Presidente da Assembleia Nacional venezuelana, assumiu hoje, 23/01, as funções de Presidente Encarregado da Venezuela, de acordo com a Constituição daquele país, tal como avalizado pelo Tribunal Supremo de Justiça (TSJ).

O Brasil reconhece o Senhor Juan Guaidó como Presidente Encarregado da Venezuela.

O Brasil apoiará política e economicamente o processo de transição para que a democracia e a paz social voltem à Venezuela.

EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também soltou um comunicado via redes sociais em que reconhece Juan Guaidó como presidente em exercício da Venezuela. A declaração foi divulgada pela Casa Branca na sua conta no Twitter de forma objetiva.

No Twitter da Casa Branca foi publicado que o “Presidente Donald Trump reconheceu oficialmente o presidente da Assembleia Nacional Constituinte, Juan Guaidó, como o presidente interino da Venezuela.”

Cerca de 30 minutos depois, em sua conta oficial, o presidente norte-americano escreveu que “os cidadãos da Venezuela sofreram muito tempo nas mãos do regime ilegítimo de Maduro” e depois confirmou que reconheceu Guaidó como presidente interino do país sul-americano.

Presidente dos EUA, Donald Trump também reconheceu Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

Comentários