09/09/2017 16h31

Brasil fica fora do Tour da Taça da Copa; Argentina, Chile e Colômbia estão dentro

Pela primeira vez desde o início do evento, em 2006, o país não estará na rota do objeto mais cobiçado do futebol mundial

Da redação

taça da Copa do Mundo não passará pelo Brasil antes do Mundial da Rússia. Pela primeira vez desde que foi criado, em 2006, o Tour da Taça não contemplará o país, que sediou a competição em 2014. Na América do Sul, apenas argentinos, chilenos e colombianos poderão ver o troféu de pertinho.

O tour começou neste sábado. A cerimônia de abertura foi realizada no estádio Luzhniki, na capital Moscou. De setembro deste ano até junho de 2018, a taça da Copa do Mundo vai passear por 24 cidades russas durante 123 dias. Num primeiro momento, ela vai passar por 15 cidades. Depois, estará em 51 países. De volta à Rússia, chegará em Moscou em 3 de junho, poucos dias antes da abertura, que será no dia 14. A grande final será em 15 de julho de 2018.

O primeiro tour do troféu da Copa ocorreu em 2006 e visitou 31 cidades de 28 países. O Brasil foi contemplado naquele roteiro com duas cidades: Rio de Janeiro e São Paulo. Em 2010, a segunda edição do evento global passou por 130 cidades em 84 nações, das quais 50 na África, uma forma de celebrar a primeira Copa do Mundo disputada em solo africano. Na ocasião, o Rio de Janeiro novamente recebeu a taça. Pelé foi a grande atração. O Rei do Futebol foi homenageado com o lançamento do livro “Pelé 70”, uma fotobiografia.

Em 2014, na Copa do Brasil, o maior prêmio do futebol mundial viajou durante 267 dias por todo o planeta, passando por 89 países. Todos os estados brasileiros foram contemplados.

O Troféu original da Copa do Mundo da FIFA mede 36,8 cm de altura, pesa 6.175 gramas e é feito de ouro maciço de 18 quilates. Sua base contém duas camadas de malaquita semipreciosa, e abaixo estão gravados o ano e o nome de cada ganhador da competição desde 1974. O torneio daquele ano foi o primeiro a coroar o campeão com o prêmio, que substituiu a Taça Jules Rimet, dada ao país que conseguisse vencer a competição três vezes. O país que recebeu a honraria à época foi o Brasil.

(*) Com informações do Globoesporte.com.

Bebeto posa com a taça da Copa do Mundo ao lado do presidente da Fifa, Gianni Infantino, e do francês Trezeguet (Foto: Reuters)

Comentários