17/06/2015 11h06 – Atualizado em 17/06/2015 11h06

A Seleção invadia com facilidade a área rival; Senegal, entregue no jogo, ainda teve o zagueiro Cissé expulso no fim do primeiro tempo

Redação

Após classificações dramáticas nos pênaltis com atuações contestáveis, a Seleção Brasileira finalmente deslanchou e encontrou mais facilidade do que o previsto na semifinal do Mundial Sub-20. Na madrugada desta quarta-feira (17), em Christchurch, na Nova Zelândia, a equipe canarinho carimbou a passagem para a decisão com uma vitória incontestável diante de Senegal: 5 a 0. Agora, os brasileiros encaram a Sérvia, que venceu Mali por 2 a 1 na prorrogação da outra semifinal .

Na goleada, destaque para Marcos Guilherme, do Atlético-PR , que balançou as redes duas vezes. Os outros gols saíram através de João Pedro, Boschilia e Jorginho. A decisão contra os europeus está marcada para as 2h (de Brasília) da madrugada de sexta pra sábado.

Sob o trauma dos jogos contra Uruguai e Portugal, decididos apenas nos pênaltis, a Seleção iniciou a partida contra Senegal com um ritmo avassalador. A velocidade era a arma e o rival africano ainda deu uma ajudinha. Aos 4min, no cruzamento de João Pedro, a bola tocou em Correa e surpreendeu o goleiro Sy.

Dois minutos depois, o segundo gol. Em jogada de Gabriel Jesus, Marcos Guilherme invadiu a área e arrematou firme. A superioridade brasileira seguiu evidente. Aos 18min, foi a vez de Boschilia demonstrar oportunismo para completar a assistência de Jean Carlos pela esquerda. Perdido, Senegal levou o quarto aos 34min, quando Jorginho apresentou seu talento para passar por dois adversários e tocar na saída do arqueiro africano.

No segundo tempo, o Brasil tinha a certeza da vitória e, por isso, diminuiu o ritmo. Ainda assim, conseguiu ampliar o placar. Aos 32min, Marcos Guilherme foi acionado por Boschilia e só teve o trabalho para empurrar a bola em direção à meta do Senegal.

No Mundial Sub-20, o Brasil busca o sexto título. Anteriormente, a equipe verde-amarela levantou a taça de campeão em 1983, 1985, 1993, 2003 e 2011. Além disso, o País foi vice-campeão em 1991, 1995 e 2009.

(*) com informações Gazeta Esportiva

Marcação e passe certeiro entre Gabriel Jesus e Marcos Guilherme garantiram dois gols da partida (foto: Divugação)

Comentários