21/03/2018 10h51

Novas regiões são reconhecidas como sítios Ramsar, título conferido pela proteção e a sustentabilidade de habitats aquáticos

Redação

A Convenção de Ramsar reconheceu, nessa terça-feira (20), três novas áreas úmidas brasileiras como sítios de proteção e sustentabilidade. A ação trouxe destaque ao Brasil como primeiro lugar no mundo com a maior extensão de habitats aquáticos.

A novidade foi divulgada no Fórum Mundial de Água, que ocorre em Brasília até a próxima sexta-feira (23). O título internacional contribui para que essas regiões conquistem novas parcerias, acordos de cooperação, apoio às pesquisas e obtenção de financiamento de projetos de preservação e conservação ambientais.

Os três novos sítios Ramsar anunciados se unem aos 22 já existentes. São eles: o mosaico de UCs federais, estaduais e municipais do Rio Negro, no Amazonas; os manguezais da Foz do Amazonas; e o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

Clique aqui para conhecer as unidades de conservação já participantes da lista de proteção das áreas úmidas.

(*) Governo Federal

(Foto: Governo do Brasil)

Comentários