10/04/2019 08h55

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, mais plantões, feriados, finais de semana e sobreaviso e remuneração será de R$ 1.600

Redação

Foi publicado na última sexta (06), no Diário Oficial dos municípios, o Edital que instaura no processo de escolha para composição dos membros do Conselho Tutelar, Titulares e Suplentes para o período de 2020 a 2024 para Brasilândia.

O processo será para o preenchimento de cinco vagas para membros titulares e demais suplentes. Os requisitos básicos para participar da função de conselheiro tutelar são: idoneidade moral por meio da certidão negativa criminal; idade superior a 21 anos; residir em Brasilândia por pelo menos há dois anos; Ensino Médio completo; não ter sido penalizado no exercício de sua função de Conselheiro Tutelar nos últimos cinco anos e certificação da formação do ECA (por meio da prova objetiva de conhecimentos gerais realizada pelo município).

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, mais plantões, feriados, finais de semana e sobreaviso e remuneração será de R$ 1.600, com direito a Férias e Licença Maternidade.

INSCRIÇÕES

As inscrições para a prova objetiva e eliminatória serão entre os dias 20 a 31 de maio, das 7h às13h (MS), na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, situada na rua Bartolomeu Viana Cavalcante, 461, Jardim Camargo.

No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar os documentos originais e cópias em duas vias; a certidão negativa de antecedentes criminais, documento com foto e comprovante de residência de Brasilândia.

PROVA

O exame de conhecimento específico será realizado no dia 7 de julho, com duração de três horas. O local da prova será divulgado com antes do exame. Caso os pré-candidatos (a) sejam aprovados (as), ainda passarão pela etapa de avaliação psicológica.

O processo de escolha está previsto para o dia 6 de outubro, das 8h às 17h, sendo o local também divulgado antes do pleito. O voto é facultativo, secreto e com idade mínima de 16 anos e que estejam quites com a Justiça Eleitoral. O eleitor poderá votar em até cinco candidatos.

Os escolhidos serão diplomados no dia 10 de janeiro de 2020.

Comentários