06/12/2018 08h31

Revoltados pela atitude patronal, mais de 60 trabalhadores se reuniram nesta manhã do dia 04 em frente da empresa e discutiram quais as atitudes a serem adotadas para garantir o pagamento do salário de outubro

Redação

Sem qualquer aviso prévio, a Indústria de Couro Braz Peli, localizada no Núcleo Industrial de Campo Grande, liberou seus trabalhadores para férias coletivas, mas não informou quando vai pagar salários e benefícios que, inclusive, já estão atrasados há muito tempo.

Pegos de surpresa pela direção da empresa de propriedade de José Alberto Berger, os trabalhadores acionaram o Sindicouro (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Curtimento de Couros e Peles e Artefatos de Couro do Estado de MS), presidido por Marquisdelio da Silva Souza, que tentou ainda conversar com a direção, mas não obteve nenhuma posição para tranquilizar os trabalhadores sobre o pagamento de suas remunerações.

Revoltados pela atitude patronal, mais de 60 trabalhadores se reuniram nesta manhã do dia 04 em frente da empresa e discutiram quais as atitudes a serem adotadas para garantir o pagamento do salário de outubro, já atrasado e novembro, que vence no dia 07, além da cesta básica e outros direitos que a empresa insiste em não cumprir, mas previstos na Convenção Coletiva de Trabalho da categoria.

No momento em que os trabalhadores discutiam com o sindicato as ações para obrigar a empresa pagar seus salários e benefícios, um oficial da justiça chegou para cumprir determinação e apreender o ônibus da empresa que transporta os trabalhadores. Além da apreensão do ônibus, os trabalhadores informaram que a empresa teve suspenso o serviço de energia elétrica e por consequência estava sem água para operar.

O Departamento Jurídico do Sindicouro prepara uma ação coletiva para obter na Justiça do Trabalho uma liminar que obrigue a Braz Peli a informar quando e de que forma fará o pagamento de seus trabalhadores, especialmente neste período ano, com a chegada das festas natalinas e que ao invés do Panetone do Natal, a Braz Peli presenteia seus colaboradores com calote e desemprego.

Maiores informações sobre as ações que os trabalhadores vão adotar nos próximos dias poderão ser obtidas no fone: 99242-6975.

(*) Assessoria de Comunicação

Revoltados pela atitude patronal, mais de 60 trabalhadores se reuniram nesta manhã do dia 04 em frente da empresa e discutiram quais as atitudes a serem adotadas para garantir o pagamento do salário de outubro (Foto/Assessoria)

Comentários