19/04/2018 09h38

Evento foi uma iniciativa dos vereadores André Bittencourt e Marcus Bazé e reuniu várias autoridades, como o vice-prefeito Paulo Salomão, além de diretores, professores, alunos e a comunidade três-lagoense

Redação

Uma audiência pública com os temas “Alerta: Bullyng e a Automutilação”, foi realizada na noite de ontem (18), no plenário da Câmara Municipal, em Três Lagoas. O evento, que foi uma iniciativa dos vereadores André Bittencourt e Marcus Bazé, reuniu várias autoridades, como o vice-prefeito Paulo Salomão, além de diretores, professores, alunos e a comunidade três-lagoense.

O tema que vem chamando atenção, contou com a participação da professora e diretora do Departamento Pedagógico da SEMEC, Isabel de Lourdes Lopes Souza Borges, da psicóloga Talyta Camargo e da Elizethe Aparecida, ambas do Núcleo de Educação Especial, do Departamento Pedagógico. A abertura do evento ficou por conta da Banda Spartan, da Escola Municipal Parque São Carlos.

De acordo com dados Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o bullying é um problema que já foi enfrentado por aproximadamente 47% das crianças e adolescentes. Ainda durante a audiência, diversas imagens de automutilação foram passadas, para alertar sobre o tema.

Outro assunto que foi discutido, foi o “Massacre de Realengo”, cujo o autor Wellington Menezes de Oliveira, atirou contra alunos na Escola Municipal Tasso da Silveira. Ele sofria bullying na época em que estudava na instituição e isso teria sido um dos motivos para o crime. A tragédia ocorreu em 2011 e chocou o Brasil.

Os especialistas que participaram da audiência ainda ressaltaram a importância da observação principalmente da família, para os primeiros sinais do bullying.

Audiência pública foi realizada no plenário da Câmara. (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários