24/04/2015 15h28 – Atualizado em 24/04/2015 15h28

CAE apresenta relatório de avaliação da merenda escolar da REME

A reunião contou com a presença da prefeita Marcia Moura, do Ministério Público Estadual e secretários municipais de Educação e Finanças.

Assessoria

Na manhã desta sexta-feira (24), a prefeita Marcia Moura (PMDB) recebeu em seu gabinete os membros do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), onde apresentaram o relatório de fiscalização da merenda escolar nos meses de fevereiro a abril de 2015 na Rede Municipal de Ensino (REME). A reunião contou com a presença do promotor do Ministério Público Estadual, Fernando Lanza, dos secretários municipais de Educação, Mário Grespan, e o de Finanças e Controle, Fernando Pereira.

De acordo com o secretário de Educação, os membros do conselho estiveram nas unidades avaliando a alimentação oferecida para as crianças. “A avaliação que eles fizeram é que nos Centros Educacionais Infantis as refeições estão acima das expectativas. Agora a equipe aguarda para dar um parecer final em relação ao Ensino Fundamental, uma vez que a alimentação dedicada a este nível de ensino ainda está em processo de licitação”, disse.

Cidolina de Fátima Silva, presidente do CAE, explicou o motivo que surpreendeu a equipe do conselho em relação à merenda servida na Educação Infantil. “Nos CEI’s verificamos que está sendo adotada a medida do sistema de escolarização, ou seja, os gestores compram os alimentos fazendo uma cotação de preço, com isso proporciona mais qualidade na merenda e maior economia”, ressaltou.
Em relação às escolas do Ensino Fundamental, Cidolina disse que ainda não está dentro das exigências do Programa de Alimentação Escolar, mas entende que a medida é provisória até a finalização do processo licitatório. “Estamos cientes que a situação que é emergencial e que em breve será finalmente normalizado”, explicou.

Além disso, a presidente do CAE foi convidada pelo secretário de Finanças para acompanhar o processo licitatório que acontece no início da próxima semana. “Pretendemos continuar fazendo este tipo de trabalho, pois este é o objetivo da comissão de verificar se está ocorrendo tudo dentro da legalidade”, disse Cidolina.

O relatório foi uma das ações propostas pelo próprio conselho após uma reunião realizada no mês de fevereiro também no gabinete da prefeita, que na ocasião, Marcia Moura esclareceu sobre o assunto. Na época, foi esclarecido o motivo do atraso da entrega das merendas e a suspensão das aulas nos Centros Educacionais Infantis que se deu por conta do processo licitatório.
“O nosso compromisso é oferecer uma refeição de qualidade para os nossos alunos da Rede Municipal de Ensino e agradecemos ao Conselho de Alimentação Escolar pelo relevante trabalho prestado ao longo dos últimos meses”, destacou a prefeita.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

A prefeita Marcia Moura (PMDB) recebeu em seu gabinete os membros do Conselho de Alimentação Escolar (CAE). (Foto: Assessoria)

A reunião contou com a presença do promotor do Ministério Público Estadual, Fernando Lanza, dos secretários municipais de Educação, Mário Grespan, e o de Finanças e Controle, Fernando Pereira. (Foto: Assessoria)

Comentários