27/01/2012 15h55 – Atualizado em 27/01/2012 15h55

No ano passado foram 15 mil imóveis com liberação de R$ 1,5 bi

Correio do Estado

A Caixa Econômica Federal quer atingir R$ 2 bilhões em financiamentos imobiliários no Estado, volume 33% maior que o de 2011, quando foram financiados 15 mil imóveis num montante de R$ 1,5 bilhão. Vale ressaltar que deste volume, R$ 410,8 milhões, ou seja, 27,38%, foram financiados através dos chamados correspondentes bancários imobiliários, aumento de 76% em relação a 2010.

No ano passado o volume alcançado já foi 28% maior que em 2010, mas ainda assim a nova meta é factível, acredita o superintendente da Caixa. “Se não alcançarmos pelo menos chegaremos bem perto”. O presidente do CRECI, Eduardo Francisco Castro, tem a mesma opinião. “Além dos novos produtos lançados pela Caixa nossos corretores de imóveis estão cada vez mais empenhados, por isso aceitamos o desafio”.

Em Mato Grosso do Sul o déficit imobiliário é calculado em 45 mil unidades. À essa demanda é possível associar ainda o aumento do poder aquisitivo da população, que ocorre em todo o País. Em 2004 a classe C representava 38% da população e hoje já são 53%,um público que está com maior poder de compra.

Financiamento habitacional deverá crescer neste ano segundo a Caixa
Foto: Arquivo

Comentários