Funcionários do administrativo da educação e cultura receberão reajuste salarial de 4,48% e do administrativo da Prefeitura, 4,31%. O reajuste aprovado no auxílio-alimentação foi de 12,84%

Na manhã desta quinta-feira (20), os vereadores se reuniram para realizar a 3ª sessão ordinária, que foi antecipada em função do feriado de Carnaval. Quatro projetos de lei entraram em pauta, dois deles sobre revisão salarial anual de servidores administrativos.

Foram aprovados, em regime de urgência, os projetos referentes à revisão salarial anual dos servidores administrativos do quadro da secretaria de educação e cultura e revisão salarial anual dos servidores administrativos do quadro geral da prefeitura de Três Lagoas. Assim, os funcionários da educação receberão reajuste salarial de 4,48% e do administrativo da Prefeitura, 4,31%. O reajuste aprovado no auxílio-alimentação foi de 12,84%.

Caso Fapec

Assim como na sessão passada, o uso da Tribuna Livre foi solicitado por professores para falarem sobre o caso Fapec.

Desta vez, quem subiu a tribuna foi o professor Thiago Augusto Gonçalves. “Assim como vários outros, eu fui desclassificado por não entregar o histórico escolar, mas entreguei o certificado de graduação e documentos que comprovam que sou mestrando, descartando a necessidade do histórico. E tem algumas pessoas que não apresentaram e não foram desclassificadas”, relatou. Thiago também leu a denúncia encaminhada para o Ministério Público, mostrando o caso de os mesmos recursos serem deferidos para uns e deferidos para outros.

Após a fala do professor, o vereador André Bittencourt, presidente da Câmara, reforçou que espera toda a documentação que comprove as denúncias, para poderem tomar atitudes. Assim, determinou que a comissão permanente que analisa os assuntos relacionados à educação receba a documentação e passe para os demais vereadores um parecer.

Outros projetos votados

Outros dois projetos foram encaminhados para as comissões permanentes da casa emitirem parecer. São eles: PL nº02, que passa a nomear Praça Pedro Barbosa da Silva a praça da catedral e PL nº 06, que dispõe sobre a obrigatoriedade de cadeiras de rodas no interior do shopping. Requerimentos votados e aprovados em bloco.

Comentários