Conforme determina o artigo 4º do Regimento Interno, da Câmara, o vereador mais votado, Cassiano Rojas Maia, presidiu a sessão de posse, tendo como secretário ad hoc, o vereador Tonhão

Na manhã do dia 1º, os vereadores, prefeito e vice-prefeito, eleitos, foram empossados nos cargos, durante solenidade realizada no Plenário da Câmara de Três Lagoas.  Na oportunidade, também ocorreu a eleição da Mesa Diretora e das Comissões Permanentes, para o biênio 2021-2022.

A solenidade seguiu todos os protocolos sanitários para prevenção da Covid-19, reunindo apenas os parlamentares e mais um acompanhante, servidores da Casa de Leis e jornalistas. No entanto, por meio do canal Câmara Três Lagoas, no Youtube e ainda pelas redes sociais do Legislativo Municipal, a sessão foi transmitida, ao vivo.

Conforme determina o artigo 4º do Regimento Interno, da Câmara, o vereador mais votado, Cassiano Rojas Maia, presidiu a sessão de posse, tendo como secretário ad hoc, o vereador Tonhão.

Primeiramente, os vereadores fizeram o juramento de posse, prometendo dedicação e lealdade ao mandato, cumprindo e fazendo cumprir a Constituição da República, a Constituição Estadual, a Lei Orgânica do Município, e as demais legislações em vigor, defendendo a justiça social, a paz, a igualdade de todos e promover o bem geral do povo.

DESAFIOS

A posse do prefeito e vice-prefeito ocorreu na sequência. Eles usaram a Tribuna para falar dos desafios, para os próximos quatro anos, lembrando que no primeiro mandato, foram anos de muita dedicação e planejamento.

Paulo Salomão fez agradecimentos a todos e aproveitou para dizer que a cidade está de portas abertas para todo o bolsão e ressaltou a parceria com prefeito Ângelo Guerreiro. “Somos a primeira chapa reeleita na cidade, o que demonstra que na política é possível sim manter amizades e laços”, ressaltou Salomão.


Na sequência, o prefeito Ângelo Guerreiro se dirigiu a cada vereador pela vitória nas urnas, fez um balanço do primeiro mandato, destacando o trabalho dos servidores da Prefeitura, secretários, citou algumas dificuldades e adequações nos primeiros dois anos, e também, investimentos para os próximos quatro anos, deu destaque aos recursos viabilizados para a Educação e depois, falou das obras previstas, bem como, licitações.

A gestão 2017-2020 não foi fácil”, afirmou Guerreiro ao pedir auxílio dos vereadores para que esta seja uma gestão com mais governabilidade.


“Cada um aqui tem a sua legenda, mas a maior sigla que nós temos é ‘TL’, é o compromisso com a população de Três Lagoas”, destacou.

Fazendo uma retrospectiva: “nossa equipe pegou uma prefeitura sem planejamento, ficando pouco mais de um ano patinando. Mas, encerramos a gestão com saldo positivo, considerando 2020 que pegou todos de surpresa com a pandemia”.

Emocionado, finalizou agradecendo sua família e a todos os envolvidos. “Há quatro anos, plantei um pé de jatobá. Foram 48 meses para ele chegar aos quatro metros de altura. E é duro pensar que uma motosserra pode acabar com tudo isso em segundos”, relatou.

No primeiro discurso na Tribuna da Câmara, o vereador Cassiano, falou em nome dos demais, lembrou do dia 15 de novembro, dia das eleições municipais, citando que a população cumpriu com o papel de cidadã.

Ele acrescentou que a partir da posse começam as obrigações, que cada vereador tem compromisso com todos, sobretudo, com quem tem dificuldade de se alimentar, quem luta contra o desemprego, com as chuvas e enchentes, com o cidadão que não tem asfalto em frente da casa, bem como, tem que se ter maior cuidado com crianças, no retorno às aulas.

COMPROMETIMENTO

Manter o nível de comprometimento no combate ao Covid, auxiliando o hospital a dar continuidade no tratamento foi outro destaque na fala de Cassiano. “Somos homens públicos, o interesse maior é a nossa cidade e o povo três-lagoense, juntos, unidos, vamos fazer uma Câmara independente, que atuará no auxilio ao cidadão, em parceria com o Executivo, pois a população tem pressa e necessita ser mais feliz.”, frisou.

Ao final da sessão especial de posse, o secretário ad hoc, vereador Tonhão, leu a ata, que foi votada e aprovada.

Mesa Diretora

Após a sessão de posse, os vereadores fizeram a eleição dos membros da Mesa Diretora e Comissões Permanentes para o biênio 2021-2022.

Apenas uma chapa foi inscrita para a disputa da Mesa e foi eleita por maioria, pelo Plenário.

A Mesa Diretora para o novo biênio tem a seguinte composição:

Presidente – Cassiano Rojas Maia

Primeiro Vice-presidente – Adriano César Rodrigues

Segundo Vice-Presidente – Marisa Andrade Rocha

Primeiro secretário – Breno César Vitório Gonçalves

Segundo secretário – Issam Fares Júnior

As Comissões Permanentes ficaram definidas da seguinte forma:

Comissão de Constituição, Justiça e Redação: presidente Tonhão e membros Jorginho do Gás e Davis Martinelli.

Comissão de Finanças e Orçamento: presidente Jorginho do Gás, membros Tonhão e Davis Martinelli.

Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário: presidente Silverado e membros Issam Fares e Charlene Bortoleto.

Comissão de Saúde e Assistência Social: presidente Issam Fares e membros Sirlene e Marisa Rocha.

Comissão de Educação, Meio Ambiente, Cultura, Deporto e Turismo: presidente Evalda dos Reis e membros Jorginho do Gás e Breno.

Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor: presidente Marisa Rocha e membros Evalda dos Reis e Charlene Bortoleto.

Comissão de Eficácia Legislativa: presidente Breno e membros Marisa Rocha e Issam Fares.

Comissão de Indústria, Comércio e Agronegócios: presidente Marcus Bazé e membros Jorginho do Gás e Tonhão.

Comissão de Prevenção e Combate às Drogas: presidente Charlene Bortoleto e membros Evalda dos Reis e Sirlene.

Ao discursar como presidente da Câmara, o vereador Cassiano Rojas Maia, ressaltou a importância da independência do Legislativo, a harmonia com o Executivo, unidos para viabilizar o desenvolvimento de Três Lagoas.

A sessão especial foi encerrada com a leitura e votação da ata.

(*) Assessoria de Comunicação

Comentários