Equipamentos estão desligados desde o final de 2017 e são uma ferramenta importante para a segurança da cidade

Depois de dois anos apresentando problemas, as 35 câmeras de vigilância que foram instaladas em 2015 na região de Três Lagoas começam a ser religadas. Algumas já estão em operação.

A informação foi confirmada pela Prefeitura, que não deu mais detalhes. Boa parte dos equipamentos está desligada desde o final de 2017 devido a problemas técnicos.

O trabalho de instalação e monitoramento havia sido contratado em junho de 2015, mediante um convênio entre a Prefeitura e a Petrobrás. Na época o investimento foi de R$ 1.234.529,12 como parte de medidas mitigadoras de impactos causados pela instalação da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN III).

Após um período de litígio com a empresa responsável pelo primeiro contrato, uma nova empresa venceu a licitação e já estaria religando os equipamentos.

Comentários