30/05/2019 16h35

Pessoas que fazem parte dos grupos prioritários podem se vacinar até amanhã; depois dessa data, as doses restantes poderão ser aplicadas em toda a população. Só após o final da campanha a Prefeitura irá divulgar se sobrará vacina e, consequentemente, se haverá abertura para a população em geral.

Gisele Berto

Termina amanhã, 31, em todo o país a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza A, que tem como objetivo imunizar os grupos prioritários conta o vírus H1N1.

Depois de encerrada a Campanha, as cidades em que ainda sobrarem vacinas abrirão a imunização para a população em geral, até o término dos estoques.

Questionada pelo Perfil News se haverá vacinação aberta à população, a Prefeitura de Três Lagoas afirmou que “apenas amanhã, com o final oficial da campanha, é que será possível afirmar se sobrará vacina e, consequentemente, abertura para a população em geral”.

METAS

Alguns dos grupos prioritários fizeram a sua parte em Três Lagoas e se vacinaram em peso, batendo a meta do Ministério da Saúde. No entanto, até o dia 20 de maio, os grupos formados por crianças de seis meses a seis anos incompletos, gestantes em qualquer tempo de gravidez, idosos e idosas acima de 60 anos e as puérperas não haviam atingido as metas.

Por isso, o Governo havia liberado mais 3.110 para imunizar essas pessoas. Caso essas doses não tenham sido utilizadas pelo público prioritário poderão ser disponibilizadas à população.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar 90% do chamado público-alvo. Idosos, crianças pequenas, grávidas, mulheres que tiveram filho há menos de 45 dias, indígenas, trabalhadores da saúde, de escolas, das forças de segurança e do sistema penitenciário, presos, internos e pessoas com doenças crônicas faziam parte desses grupos.

Em Três Lagoas, até o dia 20 de maio – data do último boletim divulgado – 28.163 das 30.472 pessoas incluídas nos diversos grupos prioritários de risco haviam sido vacinadas, representando o índice geral de cobertura vacinal de 92,42%.

Foto: Divulgação

Comentários