05/09/2019 16h28

Evento acontece neste final de semana em Curitiba; mais do que competir, o objetivo é fazer amigos e ganhar prestígio na categoria

Gisele Berto

Ele já era conhecido aos 12 anos pelo vício em videogame, quando trabalhava na locadora Central Jovem. Hoje, aos 38 anos, Igor Pereira dos Santos – ou Igor Yagami, como é conhecido – não deixou o joystick de lado, se especializou em jogos de luta e levará seu talento e dedicação para Curitiba, onde competirá, neste final de semana, no Treta Championship – um dos maiores torneios do gênero no país.

Igor faz parte de um grupo de jogadores na cidade que se dedicam aos fighting games – ou games de luta. Dentro dessa categoria, destacam-se Street Fighter, Mortal Kombat e The King of Fighters, entre muitos outros.

“Esse é meu hobby, né. Tem gente que gosta de academia, de andar de bicicleta, jogar bola. Eu gosto de jogar videogame, jogo de luta. Cada um tem o seu esporte. Onde tiver alguém pra jogar junto, jogar um contra, a gente se esforça pra ir”, conta Igor, que trabalha como vendedor em uma loja de acabamentos na cidade.

LET THE TRETA BEGINS!

O Treta Championship é o maior do Brasil voltado a fighting games. Acontece uma vez por ano, em Curitiba. Não é a primeira vez que Igor participa; em 2013, competindo com os melhores do país, ficou no top 32.

Da galera da cidade, só ele vai para o Treta. “É que eu vou estar de férias e vou aproveitar”, diz. A premiação não importa para Igor. “Não é muito o valor, o que conta é o prestígio nesse mundo de fighting games”, diz.

Para conciliar o hobby com o dia a dia, Igor procura jogar à noite, durante a semana. Os finais de semana ele guarda para as filhas e a namorada.

Mas, pelo menos três vezes por semana, à noite, o bicho pega no Play4. É onde ele descontrai e aproveita para treinar para competições.

Na região ele já ganhou tudo. Recebeu troféu até das mãos do Vin Diesel brasileiro. “Esse dia foi muito legal”, lembra, rindo. Ganhou o AnimeDay de 2018 e 2019, campeonatos em Andradina e Araçatuba. Já foi pra São José do Rio Preto e Campo Grande. “Sempre fazendo novas amizades, conhecendo gente”, diz.

Na última quarta-feira, 4, ele contou, orgulhoso, que jogou contra o melhor jogador de MK do Brasil. Gravou a luta aqui. O placar foi favorável para o oponente, mas ele faz marra: “foi de 2×1 na nega”, contou, morrendo de rir.

LUTANDO NA TELA, FAZENDO AMIGOS NA VIDA

O grupo de amigos dos fighting games em Três Lagoas só cresce. “A gente joga sempre que pode, mas todo mundo trabalha, alguns por escala, todo mundo tem família. Só que procuramos manter a competitividade para evoluir”, diz.

A turma até fez um evento na cidade, três anos atrás, e convidou amigos de outras cidades com um único objetivo: jogar videogame.

A ideia é fazer outro evento para os jogadores. Para isso, a turma busca apoio e patrocínio porque, por enquanto, sai tudo do próprio bolso.

Está interessado em marcar um “contra” de Mortal Kombat com o Igor? O nick dele no Play4 é IgorYagami. E aí, vai encarar?

Igor Yagami, campeão regional de Mortal Kombat. Foto: Arquivo Pessoal

Troféus que Igor já ganhou. Arquivo Pessoal

A turma da cidade que joga MK online.

Comentários