22/03/2012 07h29 – Atualizado em 22/03/2012 07h29

Capital será sede, em abril, de encontro nacional da propaganda

Será a primeira vez que o mercado nacional do negócio da propaganda estará sediado em Mato Grosso do Sul para discutir os rumos e as atividades publicitárias

Da Redação*

Campo Grande irá sediar nos dias 19 e 20 de abril o “VII Encontro Nacional das Lideranças Regionais da Propaganda Brasileira”, iniciativa que reunirá agências de publicidade, anunciantes, veículos de comunicação, acadêmicos e expoentes da propaganda nacional. A abertura oficial do evento será no Centro de Convenções “Rubens Gil de Camilo”. Neste período, a Capital sediará também as reuniões da Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro) com os presidentes dos Sindicatos nacionais, que estarão presentes na capital para o Encontro.

Será a primeira vez que o mercado nacional do negócio da propaganda estará sediado em Mato Grosso do Sul para discutir os rumos e as atividades publicitárias com as suas lideranças presentes e ainda com a participação do mercado regional. “A importância da publicidade para o sucesso dos negócios” será o tema de abertura do evento, que terá início às 19h no Centro de Convenções. Os palestrantes serão Orlando Marques, CEO da Publicis Brasil, e João Ciaco, presidente da ABA e diretor de publicidade e marketing da Fiat.

Já os debatedores serão Roberto Muylaert, presidente da ANER, Roberto Duailibi, sócio diretor da DPZ, Hiran Castelo Branco, diretor da ESPM, e Armando Ferrentini, presidente do jornal Propaganda e Marketing, além de representante da Abert, cujo nome ainda não foi definido. O moderador será o presidente da Fenapro, Ricardo Nabhan. A palestra será aberta ao público.

No dia 20, no período da tarde, o evento prossegue no auditório do Novotel, com a realização de oficinas com os temas “Gestão de agência”, que será aplicada por Antonio Lino, da Agência Talent; “Atendimento”, sob a responsabilidade de Glaucio Binder, da Agência Bider; e “Novas mídias”, a ser ministrada por Bartira Pontes, da Agência Borhierh/Lowe.

Para participar das oficinas será cobrada taxa no valor de R$ 80,00 para o público em geral e de R$ 40,00 para acadêmicos de publicidade e colaboradores de agências filiadas ao Sindicato das Agências de Propagada de Mato Grosso do Sul – Sinapro.

REUNIÕES TÉCNICAS

Durante o encontro nacional, o Novotel irá sediar as reuniões da diretoria da Fenapro com os sindicatos estaduais, que terão início a partir do dia 19, às 8h. No período da tarde, às 14h15 ocorrerá a apresentação da Câmara de Arbitragem, sob a responsabilidade do advogado Paulo Gomes. Dessa reunião poderão participar apenas agências de propaganda filiadas ao Sinapro.

Na sequência, às 15h30, agências de propaganda e veículos participarão de reunião com o presidente do CENP, Caio Barsotti.

Já no dia 20, no Novotel, a partir das 8h, na Sala I, Pedro Silva, presidente do Instituto de Verificação de Circulação, irá discorrer sobre a apresentação do projeto do IVC Regional, encontro aberto às agências e veículos de comunicação. Ainda na Sala I, das 9h15 às 11h30 será realizada mesa redonda com o tema “O que vem por aí”, enquanto que às 9h, na Sala II, haverá palestra com a advogada Helena Zóia, especialista em licitação na publicidade, que discorrerá sobre o tema “Legislação licitatória: contratação de serviços publicitários”.

Esse será o primeiro encontro nacional realizado em Mato Grosso do Sul, segundo informou Henrique de Medeiros, presidente do Sinapro. “A importância do evento para a consolidação do mercado é muito grande, pois apresentará temática de grande interesse que contemplará os três elos dessa cadeia, que são os anunciantes, veículos e agências”, destacou.

Por sua vez, o presidente da Fenapro, Ricardo Nabhan, ao lembrar que esse será o primeiro encontro das agências e de seus sindicatos realizado pela federação em 2012, destacou que este será um ano especial para a propaganda também em função da realização do V Congresso Brasileiro da Indústria da Comunicação. “O cenário geral da atividade será discutido este ano”, finalizou.

(*) Com informações de Edir Viégas

Comentários