20/07/2017 07h47

Redação

Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão por ter recebido como parte de propina, segundo sentença do juiz Sérgio Moro, um triplex no Guarujá no valor de R$ 16 milhões. Se levarmos em consideração o valor do imóvel e o tamanho da pena ao ex-presidente, por aqui a coisa poderia chegar a uma prisão perpétua, se existisse no Brasil, em razão do montante que os órgãos fiscalizadores suspeitam que tenha sido desviado. As cifras passam da casa dos R$ 2 bilhões.

Fusão

Uma fusão do PSD e PSB ao DEM está sendo costurada em nível nacional pelas lideranças do partido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Além de se agigantar, os Democratas driblariam a legislação eleitoral vigente e lançariam candidaturas em todos os níveis nas eleições do ano que vem em igualdade de condições com os grandes partidos. Por aqui, o deputado Luiz Henrique Mandetta mantém conversas com o PSD do prefeito Marquinhos Trad. Novidades à vista.

Encrencados

Quem já está no olho do furacão pode ir se preparando que vem mais encrenca pela frente. Desta vez, com delação do publicitário Marcos Valério, condenado no processo do Mensalão. O acordo com a Polícia Federal já foi acertado. Sua validação, agora vai depender só da aprovação do Supremo Tribunal Federal. Isso significa dizer que o que já estava ruim poderá piorar, e muito. Tudo vai depender, evidentemente, do que ele tem para contar ao juiz da Lava Jato.

Ruído

O Gabinete de Segurança Institucional instalou no gabinete do presidente Michel Temer (PMDB-SP) um dispositivo que dificulta a compreensão de áudios captados por gravadores. O “misturador de voz”, como é conhecido, foi instalado há três semanas, e emite sinais sonoros não captados pelo ouvido humano, que interferem na gravação do som ambiente. Para analistas, quem teve a ideia só pode ter intenções nebulosas. Mesma coisa de certos agentes públicos por aqui que chegaram a ponto de impedir a entrada de aparelho celular em audiências.

Triste

Mais um político de Campo Grande terminou a vida em uma lamentável tragédia, depois da morte do ex-vereador Alceu Bueno. Desta vez, a vítima foi Cristóvão Silveira (PSDB), morto a facadas pelo caseiro de sua chácara, na Capital. Além dele, o criminoso com a ajuda dos filhos matou a esposa dele, Fátima de Jesus Diniz Silveira. O crime chocou a população.

Comentários