18/04/2013 16h07 – Atualizado em 18/04/2013 16h07

Cargas superdimensionadas com equipamentos da usina de fertilizantes da Petrobras já estão chegando em Três Lagoas

Duas carretas com peças para a fábrica de fertilizantes da Petrobras parou o trânsito na Avenida Ranulpho Marques Leal nesta manhã. Uma das peças pesava cerca de 130 toneladas

Cristiane Vieira e Ricardo Ojeda

Na manhã de hoje (18) a Polícia Rodoviária Federal parou o trânsito na avenida Ranulpho Marques Leal para a passagem de duas carretas que estavam trazendo equipamentos para fábrica de fertilizantes que a Petrobras está construindo em Três Lagoas.

Uma das carretas estava transportando um forno de aproximadamente 130 toneladas em um caminhão com 18 eixos. A carga saiu de Ipatinga, em Minas Gerais, e demorou 56 dias para chegar a seu destino final. Junto com o caminhão tinha uma equipe de 10 pessoas da transportadora.

PORTO DE CUBATÃO

A outra peça que também chegou veio da Itália e foi descarregada primeiramente no porto de Cubatão, de lá o transporte foi feito via rodovia.

De acordo com um dos trabalhadores que estavam no local a empresa está construindo uma rodovia que vai de um porto no rio Paraná até a fábrica de fertilizantes para facilitar o transporte e evitar problemas com semáforos e rede de fiação baixa que tem nas cidades. Dessa forma o transporte será feito todo pelo rio Paraná, como já está acontecendo com uma carga de cerca de 700 toneladas.

ESTRUTURA DE APOIO

A Polícia Rodoviária Federal contou com três viaturas e quatro policiais para controlar o fluxo de veículos no local e acompanhar os caminhões no trajeto. Segundo informações dos patrulheiros, ainda são esperadas cerca de 500 carretas com cargas dimensionadas até a conclusão da obra, prevista para setembro do próximo ano.

Carretas superdimensionadas transportando equipamento importados passaram pela avenida Ranulpho Marques Leal com destino ao complexo industrial da fábrica de fertilizantes nitrogenados da Petrobras (Foto: Ricardo Ojeda)

Patrulheiros da PRF controlaram o trânsito na rodovia (Foto: Ricardo Ojeda)

Trânsito ficou congestionado por mais de uma hora (Foto: Ricardo Ojeda)

Patrulheiro rodoviário teve muito trabalho para controlar o trânsito na rodovia (Foto: Ricardo Ojeda)

Trânsito ficou parado para a passagem das carretas superdimensionadas (Foto: Ricardo Ojeda)

Carreta transportando equipamentos produzido em Ipatinga Minas Gerais demorou 56 dias para chegar a seu destino final (Foto: Ricardo Ojeda)

Patrulheira controla trânsito para passagem das cargas superdimensionadas (Foto: Ricardo Ojeda)

Trânsito formou fila de vários quarteirões na avenida (Foto: Ricardo Ojeda)

Carreta vindo do porto de Cubatão transporta equipamentos produzidos na Itália (Foto: Ricardo Ojeda)

Patrulheiros rodoviários discutem melhor forma de controlar o trânsito na avenida (Foto: Ricardo Ojeda)

Carga é pesada que outra carreta teve que auxiliar rebocando o equipamento (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários