02/09/2014 11h53 – Atualizado em 02/09/2014 11h53

O carneiro com anomalia genética rara nasceu na Estância Mãezinha Aparecida, no distrito de Arapuá

Da Redação

A proprietária rural Antônia Paes Elias, 36, teve uma surpresa na manhã desta terça-feira (2), em seu sítio na “Estância Mãezinha Aparecida”, no assentamento “20 de Março”, em Três Lagoas (MS). Ao acordar ela percebeu que sua ovelha “Neguinha” havia parido um carneirinho com duas cabeças. “Crio carneiros há 20 anos e nunca tinha visto algo parecido”, comentou a dona dos animais.

Antônia e seu marido, Silvio Alves de Souza, 37, comentaram que o animal está aparentemente saudável. “As duas cabeças berram juntas. Estamos dando de mamar na mamadeira às duas, pois, o peso das cabeças estão impedindo eles de mamar na mãe”, revelou.

Ainda de acordo com Antônia, a gestação da ovelha foi normal e que a anomalia genética rara só foi constatada após o parto.

A proprietária do sítio e dona dos animais, agora vai procurar um especialista que possa orientá-la em como proceder com o animal.

(*) Com informações de Assessoria de Imprensa

A gestação da ovelha foi normal e que a anomalia genética rara só foi constatada após o parto (Foto: Arquivo Pessoal)

Comentários