17/03/2016 18h34 – Atualizado em 17/03/2016 18h34

Casal de perus abandonados na Lagoa Maior viram atração da Pousada do Tucunaré

Há 1 ano, as aves foram abandonadas na orla da Lagoa Maior em Três Lagoas em março do ano passado. Os perus corriam risco de ir para a panela dos moradores de rua que frequentavam o local

Patrícia Miranda e Ricardo Ojeda

Hoje, quinta-feira, 17 faz exatamente um ano que um casal de perus foi encontrado pelo jornalista Ricardo Ojeda perambulando pela Lagoa Maior, um casal de perus andando livremente pela orla. As aves provavelmente foram deixadas por alguma pessoa que resolveu livrar-se delas, abandonando-as na Lagoa Maior.

Na ocasião, um servidor da Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer (Sejuvel) disse que as aves foram deixadas há quatro dias, por uma pessoa não identificada e corria o risco de virar a refeição dos moradores de rua. Vendo a situação o jornalista Ricardo Ojeda entrou em contanto com, Nuna Viana, secretário municipal de Meio Ambiente que explicou que nada poderia fazer e nem acionar a Polícia Militar Ambiental, por ser aves doméstica e não silvestres.

Diante da explicação, foi solicitado ao secretário se poderia retirar as aves do local e levá-las para uma propriedade rural onde seriam bem cuidadas. A solicitação foi prontamente atendida e o casal de perus foi levado para a Pousada do Tucunaré.

Na ocasião, o empresário Antonio Falco, diretor proprietário da Pousada do Tucunaré disse que as aves seriam bem cuidadas, garantindo que não serviriam de refeição para seus hóspedes.

Em pouco tempo o casal de peru se ambientaram na nova moradia, usufruído de amplo espaço e de um ambiente rural, junto à natureza.

Pois bem, decorridos um ano, as aves viraram atração turística na pousada, sendo fotografadas pelos hóspedes. Também a família foi ampliada para vinte peruzinhos, após duas chocadas bem sucedidas. Na primeira nasceram 12 filhotes, enquanto a segunda ninhada render mais 8 peruzinhos, totalizando 20 aves que animam o ambiente com seus indefectíveis “glu-glu-glu”.

Um funcionário do estabelecimento que cuida dos animais tem um carinho muito especial com as aves, que para se protegerem anda em bando que atrai mais ainda a atenção dos frequentadores.

Segundo o tratador das aves, as fêmeas podem botar até 15 ovos por ninhada e a incubação dura 28 dias. Outra curiosidade é que quando bem alimentados e domesticados podem atingir até 15 kg.

Do casal resgatado na Lagoa Maior, 20 novos perus nasceram na Pousada do Tucunaré em Três Lagoas. (Foto: Patrícia Miranda)

Há um ano, o casal de perus apareceu na Lagoa Maior. Foram resgatados pelo jornalista Ricardo Ojeda e direcionados ao Hotel Pousada do Tucunaré. (Foto: Ricardo Ojeda)

O macho é maior que a fêmea e tem mais penas. (Foto: Ricardo Ojeda)

A primeira prole do casal de perus. As aves vivem soltas na pousada. (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários