16/03/2018 13h54

Defesa diz que jovem confessa o tráfico de drogas e que estava passando por necessidade

Redação

Um homem de 30 anos e Tâmera Marques Pacheco, de 23, foram presos suspeitos de tráfico de drogas na madrugada desta sexta-feira (16), em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande. Segundo a Polícia Militar (PM), eles foram flagrados no Jardim Guanabara.

O advogado Maurício Rasslan, que defende Tâmera, disse que ela confessou o crime e explicou que passou a vender drogas “a pouquíssimo tempo” e porque “estava passando por necessidade”.

Conforme a PM, militares faziam rondas pelo Jardim Guanabara e suspeitaram de um homem que estava a pé. Com ele foi localizado um papelote de cocaína.

O homem disse aos policiais que o entorpecente pertencia a outra pessoa e que apenas intermediava a venda. Ele tinha mais um pedido de droga e quando foi buscar, os militares o acompanharam e flagraram o momento em que Tâmera entregava cocaína para ser vendida.

No local, que é a casa de Tâmera, os policiais apreenderam 17g de cocaína distribuídas em papelotes, 14 g de maconha, uma balança de precisão e dinheiro proveniente da venda.

De acordo com o advogado da jovem, ela irá responder por tráfico privilegiado, que é quando o suspeito não pertence a organização criminosa e nem faz do tráfico um hábito. Ela é primária. A reportagem não fez contato com a defesa do suspeito.

(*) G1

(Foto: G1)

(Foto: G1)

Comentários