05/06/2015 05h32 – Atualizado em 05/06/2015 05h32

A comemoração de Corpus Christi ocorre após a Festa da Santíssima Trindade, sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando foi realizada a Última Ceia e se deu a instituição do sacramento

Ricardo Ojeda, com informações

Fotos: Patrícia Miranda e Ricardo Ojeda

Desde as primeiras horas da manhã de quinta-feira, integrantes das cinco paróquias de Três Lagoas se concentraram na avenida Antônio Trajano para confeccionarem o tradicional tapete, onde foram utilizados diversos tipos de materiais, farinha, borra de café, serragem colorida, areia, desenhos, flores. Verdadeiros artistas da fé, os integrantes das paróquias deixaram no asfalto um pouco de arte com temas da Eucaristia, atraindo olhares curiosos das pessoas que passavam pelo local.

Em pouco mais de cinco horas de trabalho, os cinco quarteirões que liga a Catedral Sagrado Coração de Jesus à Igreja Paroquial Santo Antônio recebeu um colorido especial, com mensagens e temas religioso enfatizando a Eucaristia, da figura de Cristo, do Pão e do Cálice.

PEREGRINA

Por volta das 17 horas mais de dois mil fiéis se concentraram na Catedral Sagrado Coração de Jesus para a missa que foi presidida pelo Bispo Dom Luiz Knupp, a Missa contou com a presença de Padres, Diáconos, Seminaristas e religiosos.

Durante a celebração, a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, que visita Três Lagoas, foi recebida com homenagem e devido à presença da réplica, o tema da decoração dos tapetes foi “Maria: estrela da Evangelização”.

A Catedral Sagrado Coração de Jesus ficou pequena para acomodar os mais de 2 mil fiéis que participaram da Solenidade de Corpus Christi. Inclusive teve gente que assistiu à missa na parte externa da igreja

Após a celebração, os fiéis se organizaram em procissão pela Avenida Antônio Trajano e se concentraram na Igreja Paroquial Santo Antônio, onde houve a adoração ao Santíssimo.

Saiba o significado do Corpus Christi

A comemoração ocorre após a Festa da Santíssima Trindade, sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando foi realizada a Última Ceia e se deu a instituição do sacramento. A data sempre acontece 60 dias após a Páscoa, podendo cair então entre as datas de 21 de maio e 24 de junho.

A celebração do Corpus Christi começou no século 13, em 1243, em Liège, na Bélgica, quando a freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon teria tido visões de Jesus Cristo desejando que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

A Bíblia diz que durante a Última Ceia de Jesus com seus apóstolos, ele teria mandado que celebrassem sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho, que se transformariam em seu corpo e seu sangue.

Foi a partir da visão e da cobrança de Jesus que a freira belga lutou para que houvesse um reconhecimento da data, que mais tarde ficou conhecida como Corpus Christi, quando, em 1264, o papa Urbano 4º consagrou a festa para toda a Igreja.

A celebração do feriado consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. Além disso, a tradição católica também tem o costume de enfeitar as ruas com grandes tapetes coloridos que formam desenhos que fazem alusão à figura de Cristo, do pão e do cálice.

A tradição da confecção do tapete surgiu em Portugal e veio para o Brasil com os colonizadores. Os desenhos utilizados são variados, mas enfocam principalmente o tema Eucaristia. No Brasil essa tradição foi ampliada, atingindo inclusive comunidades, bairros e até colégios.

Para confeccionar esses tapetes especialmente feitos para a festa de Corpus Christi, são utilizados diversos tipos de materiais, como serragem colorida, borra de café, farinha, areia, flores e outros acessórios.

Veja nas galerias o registro de como foi o dia de Corpus Christ em Três Lagoas

Os fiéis se concentraram na Catedral Sagrado Coração de Jesus para a missa que foi presidida pelo Bispo Dom Luiz Knupp (Foto: Ricardo Ojeda)

fiéis se concentraram na Catedral Sagrado Coração de Jesus para a missa que foi presidida pelo Bispo Dom Luiz Knupp (Foto: Assessoria)

Comentários