24.5 C
Três Lagoas
terça-feira, 16 de agosto, 2022
InícioNotíciasCelsinho quer distância do CV

Celsinho quer distância do CV

18/09/2002 10h56 – Atualizado em 18/09/2002 10h56

Com medo de morrer, o traficante Celso Luiz Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém, não quer voltar para Bangu 1. O pedido foi feito em carta a ser entregue à governadora Benedita da Silva e à cúpula de segurança. “O Comando Vermelho (CV) manda no presídio. Retornar seria o mesmo que nos condenar à morte”, escreveu ele.

Apontado como traidor do grupo morto na chacina chefiada por Beira-Mar, Celsinho, na carta, lamenta a morte de Uê e dos aliados das facções Terceiro Comando e Amigos dos Amigos. “Morreram quatro amigos”, diz ele, que, apesar de chefiar a ADA, rival do CV, foi poupado. Em outra carta, detentos do presídio Ary Franco, em Água Santa, temem nova chacina, afirmando que há armas naquela cadeia. A família de Uê entrará na justiça contra o estado, pedindo indenização de R$ 200 mil.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.