15/01/2019 09h37

Projeto tem como objetivo atender famílias de baixa renda

Redação

A Prefeitura de Três lagoas, por meio das Secretarias de Administração (SEAD) e de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), iniciou nesta segunda-feira (14) a primeira etapa do projeto para a construção de túmulos triplos para sepultamento social, no Campo Santo “Santo Antônio”. O prefeito Angelo Guerreiro esteve no local para acompanhar a escavação.

O projeto, que tem previsão para construção de aproximadamente 500 túmulos nas suas duas etapas, nasceu a partir da comoção do prefeito Angelo Guerreiro que vivenciou por diversas vezes a angústia das famílias de baixa renda que não tinham condições de pagar um túmulo digno ao ente querido.

“Em minha vida pública, vivenciei muitas vezes o sofrimento das famílias que até se endividavam para conseguir sepultar o ente querido. Este projeto busca permitir dignidade à população de baixa renda que não tem recursos para dar o último adeus a quem ama. Com esse projeto, essas famílias não precisarão mais fazer o sepultamento em um túmulo simples, no chão, como há anos isso vem sendo praticado”, disse.

ETAPAS DE CONSTRUÇÃO

A primeira etapa, de duas que serão realizadas, contemplará 285 túmulos cuja estrutura terá 1,20 metro de altura por 1,80 metro de comprimento para abrigar três gavetas cada um (uma abaixo do chão e duas acima). Já na segunda, aproximadamente 165 túmulos serão construídos.

“Acreditamos que até meados de março as famílias já poderão utilizar deste recurso para sepultar seu ente querido”, informou Guerreiro.

COMO FUNCIONARÁ

A família que buscar o recurso deverá estar cadastrada na Assistência Social comprovando a baixa renda. A respectiva secretaria também irá fazer um levantamento aprofundado dessas famílias, que terão três anos e meio para fazer a transferência do sepultado para um túmulo particular. Vale lembrar que as gavetas não ficarão como propriedade da família.

“Se após este período a família ainda não tiver condições financeiras, os ossos do sepultado serão retirados para serem alojados em um ossário que construiremos”, explicou Angelo Guerreiro.

Ainda segundo o prefeito, um projeto está em estudo para a construção de túmulos individuais com valores populares para a população com baixa renda. “Estamos buscando alguns critérios para a realização deste projeto já pensando na família que quer fazer a aquisição de um túmulo”, finalizou.

Comentários