20/12/2012 14h05 – Atualizado em 20/12/2012 14h05

Prefeitura trabalha na informatização de dados do Cemitério

Conforme os Livros de Sepultamento, que datam de 1917, das quase 32 mil sepulturas registradas, em torno de 10% já constam no banco de dados do programa

Da Redação

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da secretaria de Administração, responsável pelo gerenciamento do Cemitério Municipal Santo Antônio, trabalha no programa de informatização e armazenamento de dados dos sepultamentos, desde o início de 2012.

Graças ao sistema informatizado que vem sendo feito, todos os sepultamentos ocorridos em 2012, já constam no sistema e esse trabalho vem sendo feito, com informações colhidas dos Livros de Sepultamento, que datam de 1917.

O armazenamento de dados vem sendo atualizado gradativamente, até que se chegue ao primeiro registro de sepultamento de 1917, dois anos após a data de fundação do Município de Três Lagoas.

Até esta quarta-feira (19), dos 31.738 sepultamentos registrados, a equipe que trabalha no programa de informatização do Cemitério Santo Antônio havia colhido e inserido os dados de 3.196 sepulturas, correspondentes ao período de 2012 a 2007, o equivalente a quase 10% do total dos túmulos ali existentes.

“Acredito que, apesar de ser um trabalho complexo, o programa deverá estar totalmente atualizado dentro de três anos”, estima o secretário de Administração, Odair Biassi.

“Com a finalização desse programa, facilmente teremos acesso a importantes informações como, nome, filiação, data de nascimento, morte e sepultamento, local da sepultura (número do túmulo e quadra em que se encontra, incluindo mapa para localização na tela do computador), causa da morte, atestado de óbito (com o nome do médico que assinou) e ainda referências pessoais do falecido (notas e acontecimentos que o tornaram conhecido enquanto vivo)”, antecipou Odair Biassi.

“Será um verdadeiro, rico e confiável banco de dados, que poderá ser de importante utilidade para Educação, Saúde e Assistência Social, entre outros setores da Prefeitura de Três Lagoas”, observou o secretário de Administração. Com a interligação online de todas as Secretarias Municipais, como está programado, todo o cidadão terá acesso a essas informações, através do site oficial da Prefeitura de Três Lagoas.

AÇÕES

Desde o início da administração da ex-prefeita Simone Tebet, hoje vice-governadora do Estado, em 2005, quando Odair Biassi assumiu a Secretaria Municipal de Administração, o Cemitério Santo Antônio começou a receber uma série de ações e obras de melhorias de infraestrutura paisagística e organizacional.

Entre essas obras, a ampliação do Cemitério e construção de novo portal de entrada, cruzeiro, novo Velório Municipal, reforma e calçamento das principais alamedas que dividem as quadras e dão acesso às sepulturas, jazigos e capelas, entre outras obras, continuadas na administração da prefeita Marcia Moura (PMDB).

Além de todo o serviço de limpeza e manutenção geral, uma das ações que trouxe resultados positivos às famílias que perdem seus entes queridos e precisam “ir atrás” dos procedimentos legais e burocráticos para o sepultamento, foi a transferência do setor do antigo Aforamento para o Cemitério.

A transferência do setor de Títulos de Permissão de Uso (Aforamento) começou a funcionar no antigo portal do Cemitério no final de 2011 e é lá que se encontram os registros de sepultamentos e todas as informações até agora disponibilizadas no sistema e nos antigos livros.

MANUTENÇÃO

Os trabalhos de limpeza e manutenção geral são de responsabilidade da Prefeitura e são realizados por uma equipe de servidores, lotados na Secretaria Municipal de Administração.

No entanto, a conservação das sepulturas, construção, reformas e pintura de jazigos e capelas são de exclusiva responsabilidade da família da pessoa que ali está sepultada, conforme explicou Odair Biassi.

“Estes cuidados tornam-se necessários e damos total liberdade às famílias, sem cobrança de taxas ou exigências. Cada família é livre para a forma de expressar e prestar homenagem de respeito, lembrança e saudade ao seu ente querido. À Prefeitura cabe o gerenciamento da administração do Cemitério, as informações e registro dos sepultamentos. Esse trabalho vem sendo aprimorado e atualizado, apesar das inúmeras dificuldades, já que os registros são antigos e contamos apenas com os dados dos antigos livros de sepultamentos”, comentou Odair Biassi.

Devido “ao abandono e falta de interesse de algumas famílias pelo zelo e conservação das sepulturas, passamos por algumas dificuldades para a localização de algumas sepulturas, mas tudo isso será facilitado e agilizado com o novo cadastro, inserido no sistema”, concluiu Odair Biassi.

(*)Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

Com o sistema será mais fácil localizar sepulturas antigas, além de uma mapa para facilitar o serviço. Foto: Divulgação/Assessoria

Comentários