23.6 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022
InícioNotíciasGeralCESP incentiva consumo consciente com oficina de compostagem para alunos de escolas...

CESP incentiva consumo consciente com oficina de compostagem para alunos de escolas públicas em Rosana (SP)

Com a participação de cerca de 120 estudantes, iniciativa visa promover a destinação sustentável para resíduos orgânicos e a redução de custos com hortas domésticas ou para comercialização

São Paulo, 28 de junho de 2002 – No mês em que é celebrado o Dia do Meio Ambiente, a CESP – Companhia Energética de São Paulo, realiza ação para incentivar o consumo consciente e a destinação sustentável de resíduos orgânicos no município de Rosana (SP). Entre os dias 13 e 14, a companhia promoveu três oficinas sobre técnicas de compostagem doméstica para cerca de 120 alunos de escolas públicas do município. A ação teve como objetivo promover a conscientização ambiental por meio do aproveitamento de resíduos orgânicos e a produção de adubos naturais, com alto índice de nutrientes.

Bastante simples e acessível a todos os públicos, rurais e urbanos, a técnica de compostagem pode ser utilizada tanto para consumo próprio ou comercial e, com isso, aumentar a produtividade, com a redução de custos com fertilizantes.

“A técnica de compostagem vem ao encontro do que a CESP acredita ser essencial para um futuro sustentável. Por meio dela, é possível reciclar resíduos que antes iriam para lixões ou aterros e transformá-los em nutrientes naturais para o cultivo de hortas e plantações, o que é extremamente benéfico para o Meio Ambiente. Além disso, a pessoa ainda reduz o custo com insumos para hortas, já que o adubo natural possui alto valor nutricional”, destaca Raquel Leite, gerente de Desenvolvimento Social e Planejamento da CESP. 

A primeira oficina foi realizada no dia 13, na EMEF Fazenda Nova Pontal. Já no dia 14, foram realizadas duas oficinas na EMEIF Antônio Felix Gonçalves, no período da manhã e da tarde. Cada turma contou com a participação de 30 a 40 estudantes, aproximadamente. O curso, ministrado por Karina Santos, analista de Desenvolvimento Social da CESP, teve cerca de 3 horas de duração.

“O nosso objetivo é mostrar que qualquer pessoa pode adotar esse sistema, e que a construção de uma composteira é fácil e simples, podendo ser feita em pequenos recipientes, com materiais reutilizados que antes iriam para o lixo, como pote de sorvete, garrafa pet, um balde em desuso, ou seja, com zero investimento. Também esperamos que as técnicas aprendidas na oficina sejam aplicadas e multiplicadas para as famílias desses estudantes, sendo muitos deles residentes em comunidades rurais, e colaborem com a produtividade de hortas e plantações, seja para consumo próprio ou para venda”, completa Santos.

Para as comunidades

No final da oficina, os alunos receberam materiais impressos e digitais com o passo a passo de como implantar uma composteira, incluindo um vídeo explicativo. Este material desenvolvido pela CESP também será disponibilizado para a comunidade em geral por meio do Canal Diálogo Aberto da companhia como forma de promover a gestão consciente de resíduos nas comunidades vizinhas à UHE Porto Primavera.

“A CESP acredita que, por meio do compartilhamento de conhecimentos e valores socioambientais, é possível criar um futuro mais sustentável, com uma sociedade mais consciente e que busque por práticas de conservação do meio ambiente”, finaliza a gerente de Desenvolvimento Social.

ATENDIMENTO À IMPRENSA

Infomuts – Informação Inteligente

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.