03/08/2017 15h27

Chance de comprar Eldorado é ‘próxima de zero’, diz Suzanoo

De acordo com a empresa, a venda da indústria, que pertence a J&F Investimentos, para um concorrente não terá efeito no mercado de celulose.

Da redação

Para o presidente da Suzano Papel e Celulose, Walter Schalka, a potencial venda da Eldorado Brasil, da J&F Investimentos, para um concorrente não terá efeito no mercado de celulose, uma vez que a empresa já opera a plena capacidade. “Portanto, um terceiro vai repor Eldorado como agente comercial, mas não vai afetar o balanço de oferta porque os vololumes continuarão sendo os mesmos”, afirmou.

O executivo voltou a afirmar que a companhia teria interesse na Eldorado Brasil, mas a possibilidade de compra desse ativo é “perto de zero”. “Não se sabe se será Arauco, Fibria ou um terceiro, mas a possibilidade de a Suzano comprar esses ativos é próxima de zero. Só acontecerá se esses ‘players’
desistirem”, disse, em teleconferência com jornalistas.

Schalka comentou ainda que a redução do número de competidores gera uma situação mais favorável à disciplina de oferta.

(*) Informações com Valor Econômico.

Schalka comentou ainda que a redução do número de competidores gera uma situação mais favorável à disciplina de oferta. (Divulgação)

Comentários