05/09/2008 11h05 – Atualizado em 05/09/2008 11h05

Três Lagoas subiu 47 posições e ocupa a posição 115 entre os 300 municípios mais dinâmicos do país, segundo o Atlas do Mercado Brasileiro 2008.

 

No ano passado, primeira vez que Três Lagoas figurou entre os municípios mais dinâmicos na pesquisa realizada pelo Atlas, a cidade ocupou a posição de número 162.

 

A previsão é de que a cidade deva melhorar sua posição ainda mais no ano que vem, uma vez que os dados apresentados nas pesquisas anteriores ainda não refletem a presença no município de investimentos como o da VCP e International Paper, entre outras empresas que se instalaram após a conclusão da pesquisa.

 

Ranking

Para a elaboração do ranking foram avaliados indicadores como o Índice Potencial de Consumo (IPC), evolução do PIB, economia municipal, operações bancárias e geração de novos negócios. Investimentos municipais em saúde, educação, saneamento básico e promoção social também tiveram peso determinante na pesquisa.

 

Subindo 47 posições no ranking, Três Lagoas conseguiu superar cidades como Goiânia (GO), São José do Rio Preto (SP) e Campo Grande (MS), entre outras que possuem população maior. Informações da revista

Atlas do Mercado Brasileiro

Dirigida a empresários, profissionais de planejamento estratégico e de marketing, governos municipais, estaduais e estudiosos da economia brasileira, a revista Atlas do Mercado Brasileiro traz também informações detalhadas sobre o potencial de consumo em 46 categorias de produtos e serviços dos 300 municípios brasileiros considerados de melhor desempenho.

 

Além disso, mostra com exclusividade indicadores sócio-econômicos, de infra-estrutura, divididos por Estado, e ainda a evolução dos investimentos no Brasil por setor.

 

Considerado uma das mais importantes publicações do gênero no Brasil, ela traz informações detalhadas sobre os hábitos de consumo de produtos e serviços, particularizando a análise das populações dos principais municípios brasileiros. Tem informações detalhadas sobre renda das famílias, informações bancárias, bens de consumo, materiais de construção, aquisição e reforma de imóveis, veículos, cultura, serviços de saúde e turismo.

Comentários