10/03/2016 13h14 – Atualizado em 10/03/2016 13h14

A manifestação “Avança Brasil” é organizada pelas lojas maçônicas de vários estados, que sairão às ruas no domingo dia 13 de março pedindo um basta na corrupção

Ricardo Ojeda e Patrícia Miranda

Nos últimos anos o Brasil e a população brasileira vêm passando por uma retração econômica jamais visto na história republicana. Devido à queda na economia, mais de 9,5 milhões de pais de famílias perderem empregos, segundo pesquisa do IBGE.

O País está à deriva, como dizem vários economistas, devido à falta de comando político, como também a corrupção sistêmica que assola a nação brasileira.

Nesse sentido, através da Lava Jato, desencadeada pelo juiz federal, Sérgio Moro, titular da 1º Vara de Curitiba, a operação Lava Jato que chegou na 24ª fase. Por conta disso, palavras, como: Conexão Mônaco, Politeia, Pixuleco, Passe Livre e Catilinárias, foram alguns nomes que os brasileiros observaram e se tornam comuns ao serem mencionados nos telejornais. Elas surgiram nas operações desencadeadas pela Polícia Federal.

Esse trabalho tirou de circulação inúmeras personalidades políticas e empresários de grosso calibre na economia do País. Eles estão presos devido à corrupção que surripiou bilhões de reais dos cofres da Petrobras, que até então era uma das 10 empresas petrolíferas do mundo e hoje está entre as 400.

A sociedade, cansada de ver tanta corrupção, está fazendo a sua parte, organizando manifestação em vários municípios brasileiros, que será realizado no dia 13 de marco, através “Avança Brasil”. Em Três Lagoas esse movimento será organizado por integrantes das Lojas Maçônicas do município, Aquarius, João Pedro de Souza, Regente Feijó IV, Renascença e São João.

Também participam do ato, outras entidades como o Rotary Clube Cidade das Águas, o Três Lagoas, Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas (ACITL) e diversas outras entidades representativas do município. A sociedade local também deverá participar da manifestação.

Os representantes das cinco lojas maçônicas que organizam o movimento esclarecem que o ato não tem cunho político. É uma manifestação contra corrupção no Brasil. De acordo com a comissão, a concentração será às 15h em frente à Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus. Do local, acompanhado por um trio elétrico seguem até a Praça Ramez Tebet na área central. No local serão feitos atos com discursos. De acordo com os organizadores, para não se estender demais e para evitar provocação, apenas os selecionados pela organização farão o uso da palavra.

POLICIAMENTO

Em reunião realizada na tarde de quarta-feira (09), no qual estiveram presentes o presidente do ACITL, Atílio D’Agosto, e os representantes das cinco lojas, o comandante do 2º BPM, tenente coronel, José Aparecido de Moraes, foi solicitado à presença de policiais para fazer a segurança da manifestação. Na ocasião foram definidas estratégias que serão aplicadas durante o ato.

Para o Perfil News, Moraes disse que vai atender à solicitação dos organizadores. Para isso ele vai escalar 35 homens, que estarão divididos em supervisionamento de motos, viaturas e à paisana, através da equipe P2.

O comandante espera que a manifestação seja de forma pacífica, a vista disso, caso ocorra confronto com pessoas ligadas a outras correntes ou que manifestem qualquer atitude de baderna ou, por exemplo, de queima de bandeiras, os policiais agirão com rigor.

É indicado que as pessoas evitem utilizar símbolos políticos, já que não é uma manifestação a favor de um ou mais determinados partidos.

EXPECTATIVA DE PARTICIPANTES

Contudo, estima-se que aproximadamente 500 representantes de maçonarias estejam presentes e espera-se um grande volume da população três-lagoense.

Alguns sugestionam que os que estiverem presentes utilizem roupas das cores verdes e amarelas e com bandeiras do Brasil.

MAÇONARIAS BRASILEIRAS UNIDAS

Em uma página da rede social Avança Brasil Maçons.BR que há mais de 471 mil seguidores, há uma mobilização sobre a luta. Conforme intitulado, é “um grupo de Maçons que lutam no Movimento Avança Brasil – Maçons.BR, que tem como objetivo combater a corrupção e a tirania”. É nesse domínio, que a “sociedade discreta” tem compartilhado diversas mensagem em apoio à mobilização do dia 13 de março, assim como às cidades participantes do movimento.

A última manifestação contra à corrupção realizada em Três Lagoas foi em agosto do ano passado, atraindo poucas pessoas à Praça. (Foto: Ricardo Ojeda)

Até a criança em sua inocência, porém já desperta um instinto cívico pedindo um basta à corrupção. (Foto: Ricardo Ojeda)

Convite para a manifestação do próximo domingo em Três Lagoas.(Foto: Divulgação)

Publicação da página Avança Brasil Maçon.BR em que faz o convite para a população sul-mato-grossense, assim com a três-lagoense para participar. (Foto: Reprodução Facebook)

No MS até às 1h25 desta quinta-feira (10), oito cidades já confirmaram participação. (Foto: Reprodução Facebook)

Comentários