Roberto Costa

ERRO DE CÁLCULO I

Marqueteiro do candidato a senador Alcides Bernal, do PP, está induzindo o eleitor sul-mato-grossense a anular o voto no dia 5 outubro. Explico: qual é o resultado da soma 1+1+1?

ERRO DE CÁLCULO II

Júlio César de Melo e Sousa, mais conhecido pelo heterônimo de Malba Tahan, foi um escritor e matemático brasileiro. Através de seus romances foi um dos maiores divulgadores da matemática no Brasil.

ERRO DE CÁLCULO III

Com toda certeza, o responsável pela campanha do candidato do Partido Progressista não sabe quem foi Malba Tahan e muito tem gosto pela matemática: o resultado da soma acima é TRÊS!

SEGREDO I

O secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Rodrigo Pimentel, confidenciou que “o prefeito Gilmar Olarte tem uma grande surpresa para a população campo-grandense”.

SEGREDO II

Mesmo sabendo do que se trata, o zeloso secretário sequer deu uma pista, uma dica ou algo parecido sobre a surpresa a ser anunciada. Resumindo: a curiosidade foi aguçada.

ENTORNOU O CALDO I

O Datafolha divulgou na quarta-feira (3) mais uma pesquisa de intenção de voto para presidente da República encomendada pelo Jornal Folha de S. Paulo e pela Rede Globo.

ENTORNOU O CALDO II

Dilma Rousseff, do PT, tinha 36%. Depois, 34%. Agora, tem 35%. Com a margem de erro, tem de 33% a 37%.

ENTORNOU O CALDO III

Marina Silva, do PSB, tinha 21%. Depois, o índice subiu para 34%. Manteve-se em 34%. Com a margem de erro, tem de 32% a 36%. Marina e Dilma estão, portanto, tecnicamente empatadas.

ENTORNOU O CALDO IV

Aécio Neves, do PSDB, tinha 20%. Depois, o índice caiu para 15%. Agora, tem 14%. Com a margem de erro, tem de 12% a 16%.

ENTORNOU O CALDO V

O Datafolha também fez três simulações de segundo turno. Em duas delas, Marina Silva leva vantagem em relação à Dilma Rousseff e a Aécio Neves.

ENTORNOU O CALDO VI

Considerando um segundo turno entre Marina e Dilma. Marina tinha 47%. Depois, 50%. Agora, tem 48%. Dilma aparecia com 43%. Depois, 40%. Agora, tem 41%.

ENTORNOU O CALDO VII

Numa disputa entre Marina Silva e Aécio Neves, pela primeira vez levantada pelo Datafolha, Marina tem 56% da intenção de voto. Aécio tem 28%.

ENTORNOU O CALDO VIII

Numa possível disputa entre Dilma Rousseff e Aécio Neves, Dilma estava, com 47%. Depois, 48%. Agora, tem 49%. Aécio aparecia com 39%. Depois, 40%. Agora, tem 38%.

RECESSÃO I

Em economia, recessão é uma fase de contração no ciclo econômico, isto é, de retração geral na atividade econômica por certo período de tempo, com queda no nível da produção (medida pelo Produto Interno Bruto), aumento do desemprego, queda na renda familiar, redução da taxa de lucro e aumento do número de falências e concordatas, aumento da capacidade ociosa e queda do nível de investimento.

RECESSÃO II

De maneira um tanto simplista, costuma-se considerar que uma economia entra em recessão após dois trimestres consecutivos de queda no PIB (Produto Interno Bruto).

RECESSÃO III

A acredita-se que a recessão seja causada por uma queda generalizada nos gastos, e, assim, os governos costumam responder à recessão com políticas macroeconômicas expansionistas.

RECESSÃO IV

Foi exatamente o que ocorreu aqui no Brasil com expansão da oferta de meios de pagamento e do gasto público; redução de tributos – o que, entretanto, pode resultar em nova crise.

RECESSÃO V

Se o Brasil teve o pior desempenho entre os países do grupo Brics – que conta ainda com Rússia, Índia, China e África do Sul – no segundo trimestre deste ano, a recessão não é nenhuma utopia.

Comentários