06/08/2018 08h34

Registro

 
Willams Araújo

Registro

Passadas as convenções, o último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem junto à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de candidatos é 15 de agosto. Pelas regras, até esta data os partidos poderão também trocar o cabeça de chapa, substituindo por outro em caso de resistência de determinado político. Em MS, entre os principais candidatos ao governo estão Reinaldo Azambuja (PSDB), Simone Tebet (MDB) e Odilon de Oliveira (PDT).

Vagas

Caso os partidos não tenham indicado, após as convenções, todos os candidatos às eleições proporcionais, observados os percentuais mínimo e máximo para candidaturas de cada sexo, eles terão até 7 de setembro para preencher as vagas remanescentes para as eleições para deputados estaduais e federais.

Pé na tábua

De acordo com o calendário eleitoral, no dia 16 de agosto, passa a ser permitida a realização de propaganda política, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na Internet (desde que não paga). E aí que o bicho vai pegar, ou seja, quem tiver mais garrafas pra vende, conquista o povão.

Mídia

O TSE tem até 24 de agosto para elaborar – junto com os partidos políticos e a representação das emissoras de televisão e de rádio – plano de mídia para uso da parcela do horário eleitoral gratuito a que tenham direito, garantida a todos a participação nos horários de maior e menor audiência.

Macha

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão terá início em 31 de agosto (37 dias antes das eleições) e término no dia 4 de outubro. O período foi reduzido de 45 para 35 dias. A expectativa é que este ano os partidos devam abusar de uma velha arma, as denúncias contra os adversários, devendo trazer desvantagens aqueles com "ficha-suja".

Envie seu Comentário