Construção deve ser na primeira rotatória, próxima ao Jupiá

O Prefeito Ângelo Guerreiro participou nesta terça-feira (23) de uma reunião na Secretaria de Fazenda em Campo Grande na qual participou também o Superintendente de Administração Tributária, Waldomiro Morelli, a Fiscal Tributário Estadual, Marilu Coelho Carvalho Mariano e técnicos da SEFAZ para tratar sobre um novo posto fiscal na chegada e saída do Estado de Mato Grosso do Sul com São Paulo, dentro do município de Três Lagoas.

A reunião foi para acelerar a parceria com o município uma vez que a área onde deverá ser construída a unidade de fiscalização pertence ao município e o estado reivindica o local.

Novo posto

O posto poderá ser construído pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ) do Governo do Estado, devido ao novo traçado da rodovia BR-262, com a construção do anel viário contornando a cidade. A unidade fiscal deverá ser edificada na primeira rotatória, próximo ao bairro Jupiá.

O sistema de fiscalização, segundo o superintendente de infraestrutura Rufino Kuhnen, está em processo de modernização, com fiscalização desde a origem da carga ou do caminhão. Desta forma a carga é fiscalizada na origem acelerando o processo para recolhimento dos impostos ainda no local de partida sem a necessidade de parada por longo tempo no posto de fiscalização.

O sistema de câmeras identificaria o veículo e a carga. Os caminhões e carretas passam pela balança, confirma o peso e são liberados automaticamente. O processo reduziria o movimento nos postos em até 60%.

Estudos

A prefeitura de Três Lagoas, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT) em conjunto com a Assessoria Jurídica do Município e a Secretaria de Estado de Fazenda, vai continuar os estudos para viabilizar a obra.

A unidade vai usar os dois lados da rodovia. Segundo Valdomiro Morelli, Três Lagoas tornou-se o posto fiscal de maior fluxo de arrecadação do Estado.

Comentários