17.3 C
Três Lagoas
sábado, 25 de junho, 2022
InícioNotíciasTrês LagoasCom inauguração do Hospital Regional de Três Lagoas, avança a regionalização da...

Com inauguração do Hospital Regional de Três Lagoas, avança a regionalização da saúde em MS

O governador Reinaldo Azambuja e o prefeito Angelo Guerreiro descerram a fita inaugural às 9hs30 e na solenidade é aguardada a presença de diversas autoridades políticas da região Costa Leste

“Sonhamos junto com a população de Três Lagoas e região, o governo do Estado e a sociedade, e aí está esse belíssimo hospital, um dos mais bonitos e modernos do país. É a regionalização da saúde que avança a passos largos em Mato Grosso do Sul”. Com essas palavras, o ex-secretário estadual de Saúde Geraldo Resende classificou a inauguração do Hospital Regional da Costa Leste Magid Thomé, nesta quinta-feira (23). “É um dia que vai ficar na história da saúde de Mato Grosso do Sul”, complementou.

O hospital, que construído no Distrito Industrial de Três Lagoas será referência em média e alta complexidade para a macrorregião, envolvendo, além de Três Lagoas, os municípios de Água Clara, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo e Selvíria.

Em entrevista exclusiva ao “Perfil News”, Geraldo Resende, afirmou que a construção do Hospital Regional de Três Lagoas é resultado da firme determinação do governador Reinaldo Azambuja, de propiciar saúde de qualidade para todos os sul-mato-grossenses. “Quando me convidou para ser secretário estadual de Saúde, o governador me delegou como principal missão, a regionalização da saúde, na qual está inserida a ativação deste hospital”.

O deputado federal Geraldo Resende falou com exclusividade ao Perfil News quando visitava o Hospital Regional de Três Lagoas. Assista no vídeo abaixo:

O custo de construção da primeira etapa da obra foi de mais de R$ 67 milhões em recursos estaduais e oriundos do BNDS. Já na segunda etapa, serão aplicados mais R$ 18 milhões. O Estado também está investindo cerca de R$ 36,6 milhões na compra dos equipamentos, dos quais, a grande maioria já foi adquirida.

O ex-secretário explicou que a primeira etapa do hospital, já construída, é composta por 116 leitos, distribuídos nas alas de enfermaria, UTI’s adulto e pediátrica, clínica geral, pronto socorro e outras. Na segunda etapa, referente ao bloco C (que ainda será construída), vai funcionar a maternidade, com mais 70 leitos.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.