01/04/2016 08h46 – Atualizado em 01/04/2016 08h46

Dando continuidade ao trabalho que o Deputado Estadual Angelo Guerreiro vem desenvolvendo há algumas semanas na Região do Bolsão, nesta quinta-feira, 31, o parlamentar reuniu-se com o Secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, em Campo Grande, para falar sobre as principais dificuldades do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), de Três Lagoas.

Da redação

Dando continuidade ao trabalho que o Deputado Estadual Angelo Guerreiro vem desenvolvendo há algumas semanas na Região do Bolsão, nesta quinta-feira, 31, o parlamentar reuniu-se com o Secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, em Campo Grande, para falar sobre as principais dificuldades do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA), de Três Lagoas.

O Diretor do Hospital, Eduardo Otoni, que tem caminhado junto ao Deputado Estadual pelas cidades vizinhas que também são usuárias dos atendimentos do HNSA, explicou ao Secretário de Estado de Saúde que a instituição tem um alto déficit mensal e que em Mato Grosso do Sul foi um dos hospitais que mais cresceu em volume de atendimento. Segundo o diretor, uma das alternativas é o aumento da PPI – Programação Pactuada e Integrada, proporcionando uma injeção de recursos e aumentando os atendimentos dos municípios da região que, conforme levantamento, extrapolam o limite estabelecido.

Já conhecida como “Caravana Solidária”, as visitas do Deputado Angelo Guerreiro e a equipe do Hospital foram avaliadas positivamente pelo Secretário Estadual de Saúde que, de antemão, afirmou não ser possível o aumento do recurso destinado para a PPI, porém, comprometeu-se com a implantação da Regulação e deixar o Estado responsável pelas cirurgias eletivas. “Vamos estabelecer uma quantidade e essa proposta proporcionará uma economia ao hospital, de fato”, disse Nelson Tavares.

As cirurgias eletivas são, atualmente, de responsabilidade da Prefeitura de Três Lagoas, por meio da contratualização, e geram um gasto de aproximadamente R$ 90 mil por mês. Com o Governo do Estado assumindo essa responsabilidade, a Prefeitura de Três Lagoas poderá repassar um valor maior para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. “Quanto mais centralizado for o atendimento em Três Lagoas, melhores, mais rápidos e eficientes serão”, pontuou Angelo Guerreiro.

Segunda conquista
Após a Caravana da Saúde, muitos municípios que receberam o projeto foram beneficiados com equipamentos da saúde. Três Lagoas não foi beneficiada, segundo Nelson Tavares, pois o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora não requereu equipamentos com a justificativa de ser uma instituição bem equipada.

Já realizando exames de tomografia, em breve o HNSA terá um aparelho de Ressonância Magnética. Como contribuição, o Governo do Estado se comprometeu a assumir os laudos produzidos pelos dois exames citados, gerando uma economia para o hospital de R$ 30 mil por mês.

Terceira conquista
Em reunião realizada na última semana, o Deputado Estadual Angelo Guerreiro conversou com o Secretário de Estado de Saúde sobre a concessão do prédio de regulação para instalação da base do SAMU.

Na reunião, Nelson Tavares avalizou que a Regulação funcione no mesmo prédio onde está sendo construída a nova instalação do SAMU, tornando um Termo de Cooperação entre o Governo do Estado e a Prefeitura.

Angelo Guerreiro aproveitou a reunião para falar sobre a possibilidade de equipar o Banco de Leite de Três Lagoas. O Secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, vai avaliar o pedido.

(*) Assessoria de Imprensa
Dep. Angelo Guerreiro

Com o apoio de Guerreiro, Hospital Auxiliadora conquista benefícios com Governo de MS. (Foto: Assessoria)

Comentários