Os fatores para a vinda da possível “nova onda” seriam o relaxamento da população com as atitudes determinadas desde o início, como o uso de máscara em locais públicos, o hábito de higienizar as mãos e o principal: a aglomeração

Oito meses após o início da Pandemia do Coronavírus no Brasil, a cada dia que passa, há o registro de novos casos e a expectativa é que nas próximas semanas, segundo especialistas, que esses números ainda aumentem.


Os fatores para a vinda da possível “nova onda” seriam o relaxamento da população com as atitudes determinadas desde o início, como o uso de máscara em locais públicos, o hábito de higienizar as mãos e o principal: a aglomeração.


Embora o Município de Brasilândia esteja com a notificação de casos novos casos suspeitos e confirmados de modo estável, a Secretaria Municipal de Saúde reforça o pedido a todos os moradores para que continuem colaborando para que os números não voltem a disparar, assim como foram nos meses de maio e julho.


Segundo o boletim Epidemiológico divulgado nesta terça-feira, 24 de novembro, a Saúde já notificou 435 casos, sendo deste total, 120 confirmados, 309 descartados e 06 pessoas aguardam o resultado do exame laboratorial. Dos confirmados, 113 pessoas estão curadas, 03 pessoas estão em tratamento e 04 óbitos registrados.


Em caso de sintomas gripais, as pessoas devem procurar a Central do Coronavírus localizada na Praça Santa Maria que atende de segunda a sexta, das 7h às 19h (MS) e no período noturno e finais de semana, o Hospital Dr. Júlio César Paulino Maia.

Comentários