01/02/2012 12h08 – Atualizado em 01/02/2012 12h08

Saúde se mobiliza em novas ações de combate à dengue

Além dos mutirões junto à população, agentes de combate às endemias estão vistoriando cavidades de árvores para localizar e eliminarcriadouros

Assessoria de Imprensa

A Prefeitura de Três Lagoas, através da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor de Controle de Endemias, vem intensificando as ações de combate à Dengue, para que não ocorra o surgimento de novo surto da doença.
Essas ações são intensificadas, especialmente, nos bairros onde são constatados mais focos de criadouros do mosquito Aedes Aegypti e números elevados de casos notificados de Dengue.

COMBATE À DENGUE

Para intensificar o combate ao mosquito transmissor da Dengue, equipes de Agentes do Controle de Endemias continuam visitando as residências e orientando os moradores a vistoriarem periodicamente os quintais e também o interior das casas.

MOBILIZAÇÃO

Além dessas ações, nesta semana, a Secretaria Municipal de Saúde iniciou uma nova mobilização de combate ao mosquito da Dengue. Esse trabalho diferenciado, nunca antes realizado, consistiu na inspeção das cavidades existentes nos troncos das árvores, propícias ao armazenamento de água.

PERIGO E SURPRESA

“Ficamos surpresos ao constatar a existência de inúmeros criadouros de mosquitos da dengue em locais que não haviam até agora chamado à nossa atenção”, comentou o coordenador de Endemias, José Carlos Santos Coelho.
Esse trabalho começou na última segunda-feira (27 de janeiro), beirando a linha férrea, na Esplanada NOB. “De 27 árvores vistoriadas nesse dia, encontramos 16 focos positivos, criadouros do mosquito transmissor”, contou José Carlos. Em apenas uma árvore “foram localizados seis criadouros”, completou.

VISTORIA

As equipes estarão intensificando a vistoria de árvores no Santa Terezinha e Santa Luzia, em toda a extensão da linha férrea; na orla da Lagoa Maior;Parque das Mangueiras; e nos canteiros centrais das quatro principais avenidas, ou seja, Rosário Congro, Capitão Olintho Mancini, Eloy Chaves e Antônio Trajano.

ÁRVORES CRIADOUROS DO MOSQUITO

Encontradas as cavidades nas árvores e constatada a existência de criadouros, os Agentes de controle de Endemias retiraram a água armazenada e colheram as larvas para encaminhamento ao laboratório. Feito isso, as cavidades foram devidamente tampadas com areia.
“Periodicamente, estaremos retornando para nova vistoria e adoção das medidas que destruam os criadouros”, explicou José Carlos.
A orientação é que donos de quintais e terrenos “também vistoriem as cavidades das árvores de médio e grande porte e procurem eliminar esses focos criadores de mosquitos”, disse o coordenador de Endemias.

Árvores também podem ser criadouros do mosquito da dengue 
Foto: Assessoria de Imprensa

Foram encontradas as cavidades nas árvores e constatada a existência de criadouros
Foto: Assessoria de Imprensa

Comentários