05/03/2018 20h54

Coordenadora da comissão foi até a Secretaria de Segurança Pública em Campo Grande, para reivindicar melhorias principalmente nos atendimentos na delegacia da mulher da Três Lagoas

Viviane Pinheiro e Ricardo Ojeda

Casos de violência contra a mulher e feminicídio estão chamando atenção das autoridades três-lagoenses. Para amenizar a situação e prevenir novos registros, foi criada a “Comissão de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher”, da 2ª Subseção – OAB de Três Lagoas.

Composta por 12 advogadas, sendo elas Simone de Siqueira Ferreira, Adercina Rosi Magni Léles, Letícia Oliveira Brandão, Cinara Maria Magalhães Leucas, Sonia Aparecida Prado Lima, Maria Helena Eloy Gottardi, Maressa Duchini Moreira de Menezes, Pâmela Batista Del Preto, Glaucia Elias de Souza, Suzana de Paula Bottaro, Leise Rafaelli Navas Fim e Rozana de Oliveira Gomes. Eles serão as vozes ativas que vai acompanhar as ocorrências contra as mulheres, além de cobrar procedimentos das autoridades.

Na semana passada a coordenadora da comissão, advogada, Simone de Siqueira Ferreira foi até a Secretaria de Segurança Pública do Estado onde se reuniu com o titular da pasta, Antonio Carlos Videira. O coordenadora foi fazer um convite ao secretário para participar do 1º Encontro de Combate à Violência de Três Lagoas que será realizado no dia 23 de março na cidade. Além disso, Simone reivindicou também a mudança do prédio onde funciona a Delegacia da Mulher, bem como mais estrutura para o órgão.

REUNIÃO

As representantes se reuniram na manhã desta segunda-feira (5), para um café da manhã em uma padaria. Na ocasião Simone de Siqueira Ferreira, a coordenadora da comissão apresentou um balanço de sua viagem à capital do Estado, informando as demais colegas da comissão para as demais colegas tudo que ocorreu durante visita em Campo Grande.

Para ela, ter conhecido a realidade da Delegacia da Mulher (DAM) foi um passo importante, já que as vítimas acabam sendo encaminhadas para o local. “Infelizmente muitas mulheres mesmo depois de agredidas precisam ficar de frente com o agressor. O local foi adaptado, já que é uma casa comum, por mais que tenha policiais, à vítima ainda continua insegura. Precisa aumentar a segurança, privacidade e sigilo e isso nós vamos cobrar”, afirmou.

Confira a entrevista em vídeo

SURGIMENTO

Sobre a criação da comissão, Simone afirmou em entrevista ao Perfil News que a ideia surgiu na Seccional Mato Grosso do Sul – OAB/MS, comandada pelo presidente, Mansour Elias Karmouche. Devido ao elevado índice de agressão contra as mulheres, além do registro de vários feminicídio em Três Lagoas, a OAB promover a primeira reunião da Caravana na cidade. Diante disso foi criada uma comissão de enfrentamento de casos de violência contra a mulher que vai percorrer todos os municípios de Mato Grosso do Sul.

Para isso, foi formada uma comissão mista, que vai percorrer todas as subseções da OAB do Estado, levando esse assunto tão sério, que é a violência contra a mulher, reiterou Simone.

NOVOS TRABALHOS

Simone de Siqueira ainda reforçou que medidas de proteção para a mulher serão cobradas das autoridades. Com isso, no dia 23 de março, a comissão realizará o 1º Encontro de Combate à Violência de Três Lagoas. O evento será no anfiteatro das Faculdades Integradas de Três Lagoas – AEMS, às 19h e aberto ao público. Membros do Ministério Público, da Assistência Social, Defensoria Pública, Polícia Militar, além de várias outras autoridades participarão do encontro. Durante o evento será realizado um painel de debates para visa colher subsídios a fim de embasar a comissão para cobrar as autoridades.


As integrantes da Comissão se reuniram na manhã desta segunda-feira e recebeu a reportagem do Perfil News (Foto: Viviane Pinheiro)

As advogadas, Suzana Maluf (coordenadora da Comissão da Mulher Advogada) Dora ( diretora da CAAMS- caixa de assistência da OAB/MS) secretário de segurança, Eclair Nantes ( Conselheira Estadual OAB MS) e Simone Siqueira, coordenadora da Comissão estiveram reunidos com o secretário de Segurança Pública do Estado para convidá-lo a participar do evento em Três Lagoas (Foto: Divulgação)


Comentários