06/05/2019 08h56

Grupo Rio da Prata ganhou certificado durante edição 2019 do prêmio “Tourism for Tomorrow” do WTTC

Campo Grande News

O Grupo Rio da Prata, que reúne os atrativos turísticos Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriorsa, em Jardim, e a Estância Mimosa, em Bonito, foi um dos três finalistas do prêmio “Tourism of Tomorrow” (“Turismo para o Amanhã”, em tradução do inglês), entregue pela WTCC (“World Travel & Tourism Council”, o Conselho Mundial de Viagens e Turismo). O evento foi realizado em abril em Sevilha (Espanha), sendo que os atrativos sul-mato-grossenses ficaram entre os três finalistas na categoria Destinations Stewardship Award –voltada a organizações líderes que ajudam no desenvolvimento sustentável dos destinos.

“Ficamos imensamente felizes e honrados por sermos finalistas neste prêmio, considerado o ‘Oscar do Turismo Mundial’”, afirmou Simone Spengler Coelho, sócia proprietária do grupo. “Foram dias incríveis de muito aprendizado e inspiração para melhorarmos o nosso trabalho. Agradecemos a todos os colaboradores e parceiros que, juntos conosco, acreditam que sustentabilidade é essencial para garantir o futuro do nosso planeta”.

O WTCC é o único órgão mundial que representa o setor privado de viagens e turismo. A premiação foi entregue durante o Globam Summit (a Cúpula Global, o principal evento do setor) que, neste ano, teve a participação do ex-presidente norte-americano, Barack Obama, do presidente da Espanha, Pedro Sánchez, e da primeira-dama do Quênia, Margaret Kenyatta, entre outras autoridades.

O evento recebeu 183 inscrições de iniciativas turísticas pelo mundo, com 15 delas sendo consideradas finalistas em um julgamento de três fases –que incluiu a revisão dos trabalhos inscritos, auditoria in loco dos finalistas e suas iniciativas.

Atenção – No caso dos passeios comandados pelo Grupo Rio da Prata, tratam-se de um projeto familiar que colocou em prática a capacidade de empreender e inovar, visando a criar um modelo de ecoturismo organizado com visitação limitada, focado na qualidade e na segurança, além de ser economicamente viável.

O projeto sul-mato-grossense chamou a atenção da mídia internacional durante a premiação, sendo mencionado pelo jornal britânico The Guardian e a revista online Adventure.com. “Nos sentimos extremamente honrados em ter um pouco da nossa história e ações sustentáveis compartilhadas nas publicações internacionais”, destacou Simone.

O prêmio – Os prêmios foram julgados por um painel de especialistas independentes comandados pelo professor Graham Miller, diretor-executivo e professor de Sustentabilidade e Negócios da Universidade de Surrey, no Reino Unido.

“O objetivo do WTTC Tourism for Tomorrow Awards é mostrar alguns dos exemplos mais excepcionais de práticas sustentáveis no mundo e inspirar e encorajar nossa indústria do turismo a fazer um impacto positivo para as gerações atuais e futuras”, declarou Fiona Jeffery, presidente do WTCC e da premiação.” Ao longo de 15 anos, vimos o setor fazer grandes progressos no sentido de alcançar esses objetivos e podemos ver mudanças positivas acontecendo”.

Eduardo Coelho e sua filha Luciana recebem Certificado de Finalista do WTTC. (Foto: Divulgação)

Comentários