Williams Araújo

RETA FINAL

Há 29 dias das eleições e menos para o término do horário eleitoral do rádio e da TV, os candidatos entram na reta final da campanha com todo o gás para tentar salvar a pele. Alguns, que por motivos estritamente financeiros estacionaram sem combustível, outros continuam a todo vapor para chegar inteiros ao grande dia. Esse é o momento em que o dinheiro fala mais alto e conquista a simpatia do povão. Aos quem não têm o vil metal, resta o consolo de ter aparecido na TV.

COBRANÇA

Com a missão de ajudar Delcídio do Amaral (PT) em sua luta pelo governo de MS, o secretário-geral da presidência, Gilberto Carvalho, conversou ontem com os representantes dos movimentos sociais da Capital. Além de pedir voto para o petista, o ministro pediu também pela presidente Dilma Rousseff (PT), que concorre à reeleição. Diante do novo quadro eleitoral pós Eduardo Campos, o jeito é correr atrás onde Dilma começa a perder terreno para sua principal concorrente.

FLAGRANTE

Por uso do site oficial da prefeitura, semelhante ao que alguns vereadores da Capital fizeram na Câmara, o ex-prefeito Fauzi Suleiman (PMDB) foi reeleito e não empossado em Aquidauana. A Justiça entendeu que o então candidato à época se aproveitou do espaço para se beneficiar na campanha.

Aqui, no entanto, apenas uma multa foi aplicada aos parlamentares que mantinham um link no site oficial, cujo atalho ia direto para o site pessoal dos ilustres.

HERCÚLEA

A última pesquisa de intenções de voto para o Senado dá uma boa dianteira à peemedebista Simone Tebet. Desta vez, Alcides Bernal (PP), que vinha pisando em seus calcanhares, deu uma escorregada e cedeu espaço na corrida pela vaga. Mas, antes de se manter bem colocado na opinião do eleitor, o progressista precisa se livrar do fantasma que o atormenta: ‘a incerteza’.

Diante desse quadro, ele pode remar, remar e acabar morrendo na praia.

NÚMEROS

Já a corrida pelo comando do Parque dos Poderes continua sinalizando para uma disputa no segundo turno das eleições. O petista Delcídio do Amaral continua liderando, segundo a última pesquisa do Ibope, deixado a segunda colocação para Reinado Azambuja (PSDB) ou para Nelsinho Trad (PMDB).

O tucano ultrapassou o peemedebista em 6 pontos percentuais na preferência do eleitor, mas nada que possa ser considerado consolidado. Ainda tem muito chão pela frente.

Comentários