Da Redação

INSÔNIA

Apesar de ter muita gente usando eleitoralmente o escândalo envolvendo a corrupção na Petrobras, alvo de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) em Brasília, o que tem de político perdendo noites de sono não é mole.

Também pudera, o ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, que delatou à Polícia Federal o suposto esquema de propinas envolvendo a empresa e vários políticos, dedurou muita gente de proa do governo petista.

COMBINADO

Se fosse combinado não daria certo, mas os três principais candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul disseram praticamente a mesma coisa durante reunião com representantes do Sinduscon-MS (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção Civil do Estado).

O teor dos discursos de Delcídio do Amaral (PT), Nelsinho Trad (PMDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB) foi o fim da burocracia visando a expansão da construção civil em MS.

ENXAQUECA

Candidato a uma cadeira na Assembleia Legislativa, o ex-prefeito de Ponta Porã, Flávio Kayatt (PSDB), imaginava que já estava livre de qualquer pendência na Justiça Eleitoral depois que recebeu sinal verde do TSE para fazer sua campanha tranquilamente.

Ocorre que depois do deferimento da candidatura pelo ministro do TSE, Henrique Neves, o processo retorna ao pleno do TRE-MS, que poderá mudar a decisão. A corrente de orações é grande!

CORTES

Na tentativa de equilibrar as contas públicas, o prefeito Gilmar Olarte (PP) faz um esforço dos diabos, isso porque não encontrou um cenário favorável desde que aterrissou no Paço Municipal, depois da cassação de seu algoz e correligionário, Alcides Bernal (PP).

Agora, pensa em cortar na própria carne, ou seja, reduzindo as despesas em R$ 100 milhões até o fim do ano. Pelo jeito, a guilhotina irá comer solta lá pelas bandas da prefeitura.

MIL MARAVILHAS

Chamada como uma das “Bernaldetes” por causa de sua influência política com o prefeito cassado Alcides Bernal (PP), a ex-secretária de Políticas Públicas para as Mulheres , Jacqueline Hildebrand, dizem, tinha um ódio mortal de Gilmar Olarte (PP). Agora só anda de braços e abraços com o atual prefeito, com quem tem posado para fotografias em várias solenidades. Sem contar com o chamego com a primeira-dama Andréia Olarte.

A aproximação com o progressista rendeu um verdadeiro bombardeio por meio das redes sociais.

Comentários