Williams Araújo

AGITO

Políticos e cabos eleitorais aproveitaram o desfile do aniversário da Capital para entregar material de campanha e um bom aperto de mão no eleitor. A grande aglomeração quer se formou ao longo da Rua14 de Julho, facilitou aos candidatos, especialmente, uma maior aproximação com o povão.

Se esse rápido contato vai gerar frutos, ainda é cedo para dizer. Muitos costumam, por educação, sorrir e pegar o material oferecido. Outros, porém, dizem um não na cara.

EXPETATIVA

Deve estar no forno a primeira pesquisa de intenção de voto após o início do horário eleitoral no rádio e na TV. A ansiedade dos candidatos, certamente, deve ser grande, pois esta deverá retratar o humor do
eleitor após ouvir e analisar as propostas de cada um.

Quem se mantiver no mesmo patamar ou mesmo subir um pouco, pode se considerar desde já um vitorioso. Agora, quem perder alguns pontos poderá estar começando a dizer adeus à disputa.
Consumo

Nenhuma pesquisa de intenção de voto para os cargos de deputado estadual e federal foi divulgada até agora. Até o momento, o pessoal que não tem condições de bancar a sua para consumo próprio, trabalha às escuras. Em compensação, os mais endinheirados, certamente, se abastecem de informações fresquinhas diariamente.

Mesmo bem ranqueados, é sempre arriscado pensarem que estão eleitos. Afinal, pesquisa para cargos proporcionais é sempre uma incógnita.

À VONTADE

Embora não esteja na disputa por cargos nestas eleições, o governador André Puccinelli (PMDB) desceu do palanque instalado na Rua 14 de Julho e até fez selfies com as pessoas. Bem humorado, se misturou com a galera e fez vários retratos. Com toda certeza, deve ter aproveitado a oportunidade para pedir votos para os candidatos do seu partido.

Experiente, não iria perder a chance de dar uma mãozinha aos peemedebistas que buscam um lugar ao sol.

OPORTUNIDADE

A exclusividade de fazer selfies com as pessoas que acompanhavam o desfile não foi só do governador. Os candidatos ao governo de MS, Delcídio do Amaral (PT), Reinaldo Azambuja (PSDB) e Nelsinho Trad (PMDB), também entraram na onda e foram alvos de muitos flashes.

O momento não poderia ser mais oportuno, já que as eleições se aproximam e o tempo é muito curto para que encontros como esses aconteçam com mais frequencia.

Comentários