11/09/2017 10h33

O Conselho tem como função central acompanhar e exercer o controle social sobre a distribuição, a transparência e a aplicação dos recursos do Fundeb

Redação

Os representantes que compunham o Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (CONFUNDEB) de 2017 a 2019, tomaram posse em solenidade realizada no Centro Cultural Professora “Irene Marques Alexandria”, na quarta-feira (06).

Composto por 22 membros, entre titulares e suplentes, o CONFUNDEB conta com representações do Poder Executivo, Professores, Técnicos-Administrativos, Diretores da Educação Básica, Pais de Alunos, Alunos da Educação Básica, Conselho Municipal de Educação e Conselho Tutelar e tem como função central acompanhar e exercer o controle social sobre a distribuição, a transparência e a aplicação dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Criado em 2013 pela Lei Municipal Nº 2.701 de 23 de abril, o conselho é uma instância de controle de representação social com objetivo de fortalecer a transparência e a democracia participativa nas gestões públicas de governo e, com isso, mostra a importância do conselheiro, assim como afirma a diretora Pedagógica e Educacional, Angela Brito. “Eles são os olhos e ouvidos do povo, são os responsáveis por fiscalizar e fazer com que se cumpra o que deve ser aplicado na educação, além ainda de privar pela qualidade desse investimento, por isso eles representam o papel central nesse contexto e devem se esforçar para fazer o melhor”, comenta.

No ato, o vice-prefeito de Três Lagoas, Paulo Salomão, representando o chefe do executivo municipal, Angelo Guerreiro, destacou ainda mais o importante papel do conselheiro. “O investimento que fazemos hoje é importante não apenas para quem os recebe de imediato, mas também para quem vai colher os frutos disso no futuro, pois as crianças que recebem uma boa educação, que recebem um ensino de qualidade, geram uma sociedade melhor e mais justa, por isso a responsabilidade desses representantes não é apenas com o hoje e com o amanhã”, destaca.

CONSELHEIROS EMPOSSADOS

SEGMENTO PODER EXECUTIVO – Titulares: Débora Maria Pereira da Silva Brito e Urbano Rodrigues Azambuja | Suplentes: Helena dos Santos Jardim Leite e Luciana Lima Queiroz Freitas de Moraes;

SEGMENTO PROFESSOR – Titular: Monique Moreira de Oliveira | Suplente: Welton Rodrigues de Souza;

SEGMENTO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO – Titular: Joel Narciso Lima da Silva | Suplente: Leidiane dos Santos Felix;

SEGMENTO DIRETORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA – Titular: Aroldo Antonio da Silva | Suplente: Ivani Barbosa Montalvão;

SEGMENTO PAIS DE ALUNO – Titulares: Silvia Fernandes Belmonte Matias e Tatiana Conceição Pereira Leão | Suplentes: Edneia dos Santos Soares e Rosely Mano de Souza;

SEGMENTO ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA – Titular: Leandro Henrique Miranda Gomes | Suplente: Bruno dos Santos Marcelo;

SEGMENTO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO – Titular: Eliete Gomes de Andrade | Suplente: Isabel de Lourdes Lopes Souza Borges;

SEGMENTO CONSELHO TUTELAR- Titular: Luciana Cardoso do Nascimento | Suplente: Bruna Lopes Ribeiro.

(*) Assessoria de Comunicação Prefeitura de Três Lagoas

Composto por 22 membros, entre titulares e suplentes, o CONFUNDEB (Foto/Assessoria)

Comentários