05/10/2013 09h12 – Atualizado em 05/10/2013 09h12

Conselho Estadual Antidrogas realiza leilão de veículos no dia 14

A venda será on-line e presencial

Da Redação

Foi publicado no Diário Oficial de MS do dia 27 de setembro o Edital n. 01/2013 estabelecendo as regras do leilão de veículos a ser realizado pelo Conselho Estadual Antidrogas no dia 14 de outubro, iniciando-se às 8h30. A venda será on-line e presencial e os interessados poderão se inscrever no site http://www.leiloesjudiciais.com.br/ ou comparecer no Hotel Proença, situado na Av. Euler de Azevedo, 583, Bairro São Francisco, em Campo Grande, onde estão expostos para visitação.

Serão ofertados inicialmente 116 veículos apreendidos pela polícia por serem utilizados no transporte de entorpecente, cujos traficantes tiveram as suas perdas declaradas por sentença em favor da Secretaria Nacional Antidrogas.

Segundo o presidente da Comissão de Licitação, juiz Aluizio Pereira dos Santos, são veículos de passeio de vários marcas e modelos e também de carga, incluindo caminhões, carretas scanias, tratores/cavalos, etc.

De acordo com o magistrado, este é um dos primeiros leilões a serem realizados no Estado, o que se repetirá nos próximos meses também no interior. A sequência de leilões decorre de o juiz implantar um novo modelo de gestão no CEAD. Para tanto, em junho deste ano convidou todas as empresas leiloeiras cadastradas no Tribunal de Justiça e em reunião com os seus representantes legais dividiu o Estado em seis regiões, cada qual englobando várias comarcas, sorteando e nomeando-as para cada região em um processo transparente e democrático, de forma que todas foram contempladas.

Diferente do sistema anterior, cujas empresas se limitavam apenas a fazer os leilões, hoje elas assumiram o compromisso de fazerem os levantamentos dos veículos que se encontram nos pátios das Delegacias de Polícia Civil, Federal e Fóruns do início até o leilão. Assim, os primeiros resultados estão sendo apresentados, iniciando-se com o leilão em Campo Grande, sendo uma forma encontrada para esvaziar os pátios que estão abarrotados, principalmente a Denar local e o DOF em Dourados, muitos deles até viram sucatas pelo tempo que ficaram expostos às ações da natureza, tais como chuva, sol, etc.

Consta no Edital que os arrematantes ficam livres do pagamento de multas, encargos e tributos anteriores, que, se houver, serão de responsabilidade do antigo proprietário.

(*)Com informações de TJ MS

Segundo o presidente da Comissão de Licitação, juiz Aluizio Pereira dos Santos, são veículos de passeio de vários marcas e modelos e também de carga, incluindo caminhões, carretas scanias, tratores/cavalos, etc (Foto: Ilustrativa/ Google tradutor)

Comentários