23/04/2018 17h55

Local é declarado área de Unidade de Conservação Monumento das Lagoas, porem devido o abandono e a falta de fiscalização tornou-se ponto de consumo de drogas

Gisele Berto

Incêndios frequentes, tijolos caindo, fornos deteriorados e uma construção que ninguém sabe quem é responsável. Dentro, um ambiente insalubre, com muito descarte de material para uso de drogas e preservativos. Essa é a situação de uma das construções que estão ao redor da Segunda Lagoa.

Localizada dentro da Unidade de Conservação Monumento das Lagoas essa é uma das muitas construções irregulares que estão pelo local. “Falta fiscalização, isso aqui tudo é invasão e precisa ser derrubado. Quem tem documento, que apresente. O restante precisa ser demolido, senão vira isso aí, ponto de uso de droga e sabe-se lá mais o que”, afirmou o Promotor de Justiça, Antonio Carlos Garcia de Oliveira.

Veja nas imagens abaixo, uma das construções instaladas na Segunda Lagoa e que serve para reunião para os viciados se encontarem

No interior de uma das construções no local é possível encontrar bitucas de cigarros, lata utilizada para cachimbo de crack, preservativos e outras embalagens são encontradas (Foto: Ricardo Ojeda)

O promotor de Justiça e Meio Ambiente esteve no local e conferiu 'in loco' a situação (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários