09/04/2016 09h24 – Atualizado em 09/04/2016 09h24

Medidas de contenção de despesas afetaram vendas de postos em Mato Grosso do Sul

Da Redação

Para enxugar os gastos e equilibrar o orçamento, o motorista sul-mato-grossense está reduzindo até a ida aos postos. A economia é comprovada com os números de venda de combustíveis em Mato Grosso do Sul no primeiro bimestre deste ano comparados com o mesmo período do ano passado: o volume comercializado de etanol caiu 36,45%, enquanto que o de gasolina teve acréscimo de apenas 3,88%. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

As vendas do biocombustível no Estado caíram de 37,445 milhões de litros para 23,795 milhões de litros entre janeiro e fevereiro deste ano. Já o volume comercializado de gasolina subiu de 108,606 milhões de litros para 112,831 milhões de litros. “A gasolina devia ter aumentado na mesma proporção que o etanol recuou, mas só cresceu 3%, isso por conta do contexto de crise”, analisa o diretor do Sindicato dos Postos de Combustíveis, Edson Lazaroto.

(*) Correio do Estado

No primeiro bimestre de 2016 as vendas de etanol recuaram (Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado)

Comentários